12 outubro, 2013

Brincar com as palavras é tão importante como o comer: dá saúde à alma e ajuda-a a crescer!

Estão os dois, ele e ela, agarrados à tigela. O ritmo da colher é cadenciado por cada verso rimado. Rima que rima, num rema que rema e lá se vai o caldo...   
A "minha-mainova" descobriu um  livro que brinca com as palavras. O Diogo avançou: "o avô lê". Vá se lá saber porquê...