14 outubro, 2013

Medo, medos... (6)

Depois de criança, o medo é o que resta numa mente mal desperta, adormecida, submissa... O medo nunca cresce por dentro, mas é por dentro que tolhe e imobiliza. 
Sair do medo não tem qualquer segredo: frequentemente basta um acto de coragem!
(ontem ao folhear "este livro" tropecei nesta página e nos comentários de amigos)