20 novembro, 2015

Marcelo, o candidato das revistas dos cabeleireiros, dos consultorios e dos velórios

Ontem, à saída de uma sessão de esclarecimento onde a figura do "professor" fora desmistificada como imagem construída pela mão do próprio com o beneplácito generoso das televisões (que não só de uma), dizia-me uma amiga e camarada: "Bem se podia ter também falado das revistas cor-de-rosa e da promoção que goza".
Verdade que não se falou das revistas espalhadas nas salas de espera de salões, dos consultórios e até dos velórios.
Mas quem esquece que o Professor é a consciência parda de uma direita enjeitada que jamais o enjeita e que Marcelo sempre abraçou?