24 fevereiro, 2019

Dominical liturgia [citando Sophia] - 7




Porque os outros se mascaram...



Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.
Sophia, in "escritas"
NOTA: Não acreditem que alguma vez Sophia sonhou sequer que eu existia quanto mais dar-me uma prenda neste dia 

8 comentários:

Catarina disse...

Muitos parabéns!

Lídia Borges disse...


Este poema foi dedicado a Francisco Sousa Tavares (marido da poeta), mas tendo em conta o dia que hoje é, para si, penso que ela não se importaria de alargar a dedicatória.

Receba daqui um ramo perfumado de Parabéns!

Lídia

Barbara disse...

Parabens !
Ja ando gostando de Sophia.
Tenha um excelente dia!

Abelha disse...

Rogério o poema é lindo.
Parabéns
Beijinho Leonília

Sam Seaborn disse...

Muitos Parabéns! Espero que tenha tido um óptimo dia de aniversário,

Abraço

Larissa Santos disse...

Muito bom :))

Hoje:- Mundo de espinhos e rosas.

Bjos
Votos de uma óptima Segunda - Feira.

Clara disse...


Parabéns pelo dia 24...
(eu ganho sempre em sete dias... hehehe)

Beijinhos Rogério e faço votos de que daqui a um ano voltemos juntos a brindar a esse dia.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Obrigado
por terem por aqui passado

Foi um dia que, como é costume
choveram afectos
de filhas, genros e netos

Casa cheia!
Para o ano há mais!