28 fevereiro, 2010

Razões para a "cacaria"

Expresso – Este Governo tem governado ou tem gerido?
António Barreto – O Governo está a colar os cacos da loiça partida. Está a governar dia a dia. A causa disso é a ausência de maioria (…)”

Entrevista, ontem, no Estado da Nação

Para a plena compreensão da cacaria, só há que estabelecer alguns nexos de causalidade:

Medina Carreira, conhecido opinador encartado da nossa praça, disse na SIC (“Plano Inclinado”) que a questão é simples de explicar. Se Sócrates disse que o Moniz e a cara-metade deveriam ser calados e, meses depois eles são afastados, então não há dúvidas… Sócrates é o culpado.

Cá por mim, aplico a mesma metodologia de raciocínio lógico: Francisco Van Zeller, ex-patrão da CIP, em Setembro no Expresso, defendeu coligação à direita e fez questão de pedir a Sócrates para "clarificar muito bem a estratégia, que passa pela estabilidade e não pelo apoio da esquerda". Sócrates não o fez, esperavam o quê? Estabilidade?

Defensores desta tese (além de mim): António Barreto, pelas razões explicitadas na entrevista; Henrique Monteiro, que quase grita, “Faça-se uma coligação!” (ver a sua coluna de ontem); O jornal alentejano que citei há dias e, finalmente, o PiG que, como sabemos, é o causador disto tudo.