19 maio, 2011

Diálogo quase poético, mas cheio de poesia...

É sabido o meu prazer de ler e de fazer comentários, quase sempre cuidados mas que me saem no momento... Escrevo o que me ocorre, conforme o pensamento. Podia trazer vários exemplos. Escolho este, porque houve um desencontro (e só por isso)
DESFILE
Banho-me na intensidade das cores que fogem dos vitrais.
Visto-me com os pontinhos coloridos.
Coloco o meu salto mais alto.
No rosto?
Ah! No rosto
Estampo o meu mais belo sorriso de desdém.
E, senhora de mim, parto sem olhar para trás,
Desfilando felicidade na passarela do arco-íris


PREPARADO PARA A VER DESFILAR
(meu comentário ao post DESFILE)
Ajeito o cabelo em atropelo
Mais difícil foi fazê-lo
com as ideias
(sobretudo com as mais soltas)
escolho as roupas
brancas, todas brancas,
do tom da alma
Coloco chapéu e laço,
ponho o coração do lado certo
do peito
asseguro a pulsação em ponto
e parto, convicto, firme
a caminho da passarela do encontro
Espera-me um sorriso de desdém

NÃO DESFILOU, FOI TOMAR CHÁ (com quem apareceu por lá)
Com o primeiro quero conversar e tomar chá em meio de um jardim repleto de preciosas flores de diversas tonalidades, texturas e com os mais belos aromas. Descanso.
Com o segundo quero conversar e plantar chá em meio a sua horta tão bem cuidada onde, ao final, ouviremos o canto dos pássaros a nos saudar a amizade. Confio.
Com o terceiro quero conversar e servir chá na mais bela baixela de prata, combinação perfeita a suas telas tão repletas de brilho e vida. Sorrio.
Com o quarto quero conversar e ouvir sobre as delícias do preparo do chá aula ministrada por suas estátuas tão lindamente ornadas em sua terra distante. Aprecio.
Com o quinto quero conversar e poetizar sobre o chá desfrutando da sua ousada companhia surgida das nuvens à bordo de um zepelin, todo vestido de branco e com uma flor nas mãos. Gosto.
Com o sexto quero conversar e ser bebida com o chá, quente e fumegante, em meio a uma noite de tempestade. Dissolvo.
Olho fixamente para as seis partes do todo e passo ao sonho.


ACHO QUE NÃO TENDO EU APARECIDO, A GISA TOMOU SEU CHÁ COM ALGUÉM MUITO PARECIDO