16 maio, 2011

Nova sondagem, para congelar as dúvidas e o pensar. Tudo muito próximo do resultado anterior, mudando um pouco o teor...

Passaram-se várias coisas desde a última sondagem. A imprensa, eficaz e eficiente, aguentou possíveis veleidades de alteração da opinião e, assim, permanecem as hesitações nas classes média e média baixa quer quanto à situação quer quanto ao sentido da sua votação. Outras sondagens vão-se sucedendo como forma de controlar a eficácia da mensagem dos fazedores de opinião. Ao menor desvio à esquerda, pimba. Nevoeiro para cima...

-Imagens do estado de espírito de cada classe quanto à decisão sobre a sua votação (as classes que alguns querem no "centrão" andam, aflitas, com os programas do PS e PSD na mão)

Como resposta à única questão sondada: Qual o sentido de voto, vejamos os resultados e a sua análise:
  1. As classes A e B, cerca de 17,5% do eleitorado estão mais radiantes que antes. Nem leram qualquer programa partidário, pois os partidos que assinaram o acordo, agora não iriam propor o contrário. Estão radiantes pois os paraísos fiscais ficam como antes. A troika também não prevê mecanismos de combate à corrupção nas reformas do sector público e da Justiça e o Movimento Transparência e Integridade está contente, tal como essa gente . A maioria tende para votar no CDS, porque... merece.
  2. A classe C (C1, 24,9% + C2, 31%) andam numa roda vida e, tal como na sondagem anterior, a coisa anda distribuída entre o Passos e o Sócrates. Em votação andam quase iguais, pouco afastados ou praticamente empatados. Lêem programas, declarações, insultos, promessas e sermões. Passam o tempo em aritmética, não na da economia nacional nem sequer na caseira. Fazem contas e previsões aos resultados e ao número de deputados. Quanto a alternativas, nem pensar pois essa coisa de reestruturar a dívida era logo para doer e, assim, vá se lá saber. Pelo menos até ao fim de 2011, não acontece nada e cada um diz ter a data de férias já marcada...
  3. A classes D, 20,7% continua à rasca mas é firme em não aceitar esta situação. Uns até falam na necessidade de nova revolução...
    ____________________________________________
    Ficha Técnica: Foram inquiridos 9 milhões de portugueses, via telemóvel. Os desempregados viram as suas respostas anuladas para não dar um tom demasiado pessimista aos resultados globais. Foi aplicada uma metodologia assente nos critérios usados pela Marketest no que se refere ao dimensionamento das classes sociais. A análise de resultados segue metodologia própria que designada por Marketestista. Não tem nada de marxista embora, em sonância, o faça lembrar, apesar de fazer arranhar muito mais o aparelho auditivo.

14 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É preciso manter o bom humor, malgré tout! :-))

folha seca disse...

Caro Rogério
O titulo do post diz tudo. Para quê "pensar" se à distância já se sabe quem vai ganhar. Mais para quê perder tempo a ir votar porque o "meu" partido vai perder.
Sempre tive muitas dúvidas sobre a seriedade das sondagens. A distância a que se vaticinam resultados acabam por condicionar a opinião pública.
Deixo uma questão: O tal Pec 4 teria sido rejeitado se na altura o PSD não estivesse em "alta" nas sondagens?

Rogério Pereira disse...

Rosa...dos Ventos
Não é humor... é ironia. O humor já eu perdi, há muito.

Rodrigo, amigo,

A minha questão é a manipulação, além do que dizem os links. À aritmética eleitoral, não ligo, não leve a mal. Mas poderá ter razão. Não digo que não...

Fada do bosque disse...

Deixe que lhe diga Rogério que se por acaso existisse um grupo D coisa que perante tanta manipulação me põe doida! eu estou lá! Mas acredite que a maioria das pessoas com quem eu falo está tão ou mais revoltada do que eu! Basta ouvir o programa "o fim da rua" na TSF. O problema é que esses infelizmente são manipuláveis! Maria vai com as outras e agora? que se lhe há-de fazer?! Temos o futuro dos filhos e netos completamente negro e o povinho revoltado e ignorante vai entalar o País todo outra vez. Daí que eu lhe diga isto de um autor de quem gosto: «Por não entender a dinâmica da Inteligênca, é muito fácil um povo endeusar um rei, um presidente, um líder e consequentemente perder a sua consciência crítica e a sua capacidade de decidir. Este processo doentio de endeusamento, ocorreu em toda a História e ainda hoje está muito vivo. Novos "deuses" surgem e surgirão, respaldados por PARTE da população e cometerão erros CRASSOS! Sómente um "eu" treinado para ter autocrítica pode funcionar como vacina contra esse "vírus" que se propaga(...)
Tenho "gritado" nos livros que publiquei em vários países, que quanto pior é a qualidade da Educação, mais importante será o papel da psiquiatria. (...)» Augusto Cury.
Agora basta ver que é o País que mais consome fármacos para a depressão em toda a Europa! Tá tudo marado! É tão fácil enganar um povo ignorante!
Depois de ver esses links ainda mais zangada fiquei!Haja paciência! Como disse o dr. Garcia Pereira na Antena 1, era preciso uma Revolução.
Entretanto ouvi o Jerónimo de manhã na TSF, sim senhor! uma humildade, um savoir faire, os próprios ouvintes, com uma postura completamente diferente da que estou habituada com os outros... com muito respeito! É a 1ª vez que vou votar nele! e com muito agrado! :)Pode ser que haja muitos mais como eu. O MRPP que me desculpe, mas... tem de ser.

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:

"Ao menor desvio à esquerda, pimba. Nevoeiro para cima..."

Será que num país com tanto sol, ande tudo envolto num denso nevoeiro.

"A classes D, 20,7% continua à rasca mas é firme em não aceitar esta situação. Uns até falam na necessidade de nova revolução..."

Para quando ?
Se demora muito até a ironia perdemos.

Beijinhos

beijinhos

Luís Coelho disse...

Sondagens para que vos quero. Fadas minhas que me lançam as vitórias desejadas.

Sacanices enferrujadas de veneno de cascavéis lançando dúvidas e farpas em vez de programas e ideias para sair deste atoleiro.

Pobre povo que está entregue a esta bicharada ávida de poleiro e boa vida, mas vazia de razão e de principios, de trabalho e honestidade..........

ariel disse...

As sondagens são "boas" para fazer a cabecinha do pessoal....

Eva Gonçalves disse...

Sondagens?
Ruído e areia para os olhos... propaganda...
manipulação...
Já decidi... vou votar em branco e em consciência. Estou mesmo cansada dos políticos que temos, até vou deixar de comentar qualquer post com teor político, este é o último (vou ver se consigo cumprir...e não ceder à tentação)
Abraço

ematejoca disse...

Uns até falam na necessidade de nova revolução... com cravos vermelhos e com os mesmos resultados da revolução de 1974???

O Puma disse...

A sondagem está viciada

inclui a inexistente classe média

Lídia Borges disse...

Sempre incisivo e muito claro.
Vivemos bloqueados pelos "fazedores de opinião" perante os quais as "massas" em banho-maria vão sendo alienadas e encaminhadas...



L.B.

Fada do bosque disse...

Pois hoje ouvi o Louçã no Fórum da TSF... ele e Jerónimo (ontem) deixaram bem claro, o que pretendem para o País e o que a Direita pretende fazer. Só não vê quem não quer...
Entretanto partilho um post de um amigo, que diz o essêncial será que nem exposto assim, o povo compreende?!O Zé

Hugo de Macedo disse...

Bem Rogério, muitíssimo acutilante, este post!

Em cheio, sem dúvida, e pleno de humor.

Sandra disse...

Excelente! Esta sondagem é das melhores a que alguma vez tive acesso!
Adorei a ficha técnica.
Mas...não me lembro de ter sido inquirida. Seria mais uma a engrossar a classe D.
Beijinho