09 agosto, 2011

Redacções do Rogérito (6)

Tema de hoje: "Sobre os incidentes de Londres"

A Dª Esmeralda anda muito confusa com o que se passa em Inglaterra com a gente miúda e outra que já não é a pôr tudo a arder e a roubar o que as lojas tinham e já não têm porque os miúdos e os que já não são tudo levaram e o que não levaram partiram e até voltam carros e autocarros não sei se fazem isso porque ou não os podem roubar ou se os roubassem não tinham onde os meter e acham melhor mete-los a arder e a Dª Esmeralda até disse que no tempo dela de criança não havia coisas assim pois os miúdos desse tempo andavam às vezes à púrria (que quer dizer porrada) e até se aleijavam mas não era uma coisa assim tão violenta porque também não havia tantas coisas para cobiçar de ter nem tantas coisas a vender para uns comprarem outros não mas a minha opinião não é haver muitas coisas bonitas a valer mas por os miúdos quererem ter o que a televisão está sempre a anunciar que vai haver mais e as que há e que vão ficar em promoção e que só é inteligente quem souber de aproveitar a ocasião que só os outros aproveitam e eles não por outro lado os miúdos que são de Inglaterra mas os pais deles não são só foram para lá para trabalhar e estão sem fazer nada e eles não percebem para é que foram nascer ali se os pais e os tios mais os vizinhos do lado e também os de cima não falam a língua inglesa só às vezes e eles são obrigados não só a ler como a também escrever a língua que os pais só falam quando vão ao supermercado e dizem não ter o dinheiro por aquilo que querem trazer e quando e agora que eles já sabem bem Inglês as escolas onde estavam a fazer não sei o quê fecharam e eles que ficaram sem fazer não sei bem o quê lembram-se que podia muito bem ter que fazer bastava o governo querer e a Dª Esmeralda pensa que tudo acontecia por tudo o que disse e mais por os miúdos em vez de andarem ocupados adarem galderice mas que tudo vai acabar na cadeia até recomeçar outras vêz para o ano que vem ou já no fim do mês lá ou em qualquer outro lado onde as coisas forem parecidas ou até mesmo iguais...

8 comentários:

Lídia Borges disse...

Sábias, as dúvidas da D. Esmeralda!...
Mas será que a "cegueira" que por aí anda deixa ver?

L.B.

folha seca disse...

Rogérito
Eu seu que há por aí influência. Acho que leste qualquer coisa do tipo "quando os de baixo não aguentam e os de cima já não podem" ou coisa parecida. Mas sabes para a pólvora estourar, basta uma faísca e quanto mais comprimida estiver, maior é o estouro. Depois ainda há aquela coisa dos rebentamentos por simpatia, não não é a simpatia da Dª Esmeralda é outra coisa.
Mas sabes não é só a Dª Esmeralda que se vê em papos de aranha para perceber isto. Há gente mais "formada" ou seja que têm diplomas, que tambem não percebem e só dizem asneiras.
Já agora isto até parece obra de um tal PPC e Cia (de companhia) enquanto os noticiários estão cheios daquelas escaramuças ele embora de férias vai-nos tramando e o pessoal nem tuge nem muge.
É pá, isto saíu grande, embora não seja grande coisa. Prontos!

jrd disse...

Mrs. Esmeralda is an open book.

intimidades disse...

afinal o mundo nao estava preparado para a globalizacao

Bjinhos
Paula

intimidades disse...

mais uma vez

obrigada pelo comentario.

Os comentarios sao sempre perfeitos para as fotos

Obrigada

Bjinhos
Paula

carol disse...

Ó Rogerito
eras tão caninito
e já tão espertito!...

Pois é! A Sr.ª D. Esmeralda também a sabe toda...

Manuela disse...

Querido Rogerito, sabes o que mereciam, aqueles rapazes todos, antes de mais nada? Que a D. Esmeralda lhes "acertasse o passo", como te fez a ti e a mim, algumas vezes... ;)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu sempre afirmei que a globalização, como estava ser feita, ia acabar mal, D. Esmeralda. Logo no início dos anos 90, as ONG reunidas em Seattle alertaram para o embuste, mas foram consideradas ( obviamente...) corja de comunistas e esquerdalhos.
Mas, o que mais me espanta, D. Esmeralda, é que nos estão a fazer crer que os acontecimentos em Inglaterra são obra apenas de miúdos. Bem, se aos 18, 20 anos ainda são miúdos em Inglaterra, isso deve ser modernice do Cameron, porqeu no tempo em que eu lá vivia, já eram bem adultos.