01 abril, 2014

A dona Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar - (19)

Vizinha do 4º andar (começando a conversar) - Dona Esmeralda, já mentiu hoje?  Eu menti, e muito! Aquelas mentiras sem importância nenhuma, só para assinalar a data...
Dona Esmeralda (exaltada) - A data que devia ser assinalada deveria ser dedicada às verdades... Pelo menos haver um dia! Não suporto tanta mentira, tanta conversa da treta, tanta peta!
Rogérito (interrompendo, nesse preciso momento) - Não há é paciência para os que acreditam, por  estupidez ou conveniência! Pior que o mentiroso é o que da mentira tira proveito, sossego ou gozo!