05 julho, 2014

Cavaco aconselha o Conselho de Estado

Escrevia um amigo que acontece só aos  vivos ter à espera um número infinito de futuros. Comentei como penso e sei, nomeadamente que os zumbis só se sentam para repouso, depois regressam ao que lhes dá gozo. Repousados, sentados, ouviram os conselhos de Cavaco, aliviados por não terem de dissertar, com detalhe, sobre a obra obrada. E como os zumbis não dormem, apenas um conselheiro foi atacado pelo sono e ninguém pode garantir que possa ter, sequer, ouvido o conselho. Testemunhas oculares garantem ter acordado e saído pelo seu próprio pé. Veremos!