29 fevereiro, 2016

Estes pequenos pássaros têm mais de 3 milhões de visualizações

Estes pequenos pássaros têm mais de 3 milhões de visualizações. Três milhões em três anos. É muito? Não é muito? Que importa, se é tanto. Tanto jovem que se revê na canção e na história. Talvez uma provável explicação dos dias que vamos vivendo ou apenas a necessidade de fugir para qualquer lado onde exista um pássaro.
Eu fico!

6 comentários:

Janita disse...

Por muito que os jovens anseiem por experiências de vida longe do mundo, do bulício urbano, não são diferentes dos adultos.
Um dia a solidão bate-lhes forte na alma. Para que tudo faça sentido, bastava apenas a presença de mais uma só pessoa. Uma só!!
O trinado do pássaros, a paisagem envolvente, a beleza partilhada, torna a Natureza mais bela e atraente!
Acredito nisso, piamente!

:)

Elvira Carvalho disse...

Não acredito numa vida solitária, por muito aventura que tenha. Não gosto da solidão. É uma companheira traiçoeira e assassina. E de que vale a maior aventura, a maior alegria, se não temos com quem partilhá-la?
De resto ninguém muda um minuto no mundo isolando-se dele. E no fundo o que todos queremos é um mundo melhor.
Um abraço

Anónimo disse...

Eu também fico!
Tenho sempre um bando deles cá dentro de mim... :)

Abraço grande!

Maria João

Rogerio G. V. Pereira disse...

Janita,

Pense um pouco, se é uma procura
Ou se não é a falta de perspectiva que o empurra

Rasgar cartões e deitar fogo ao dinheiro...
(leu as legendas?)

Rogerio G. V. Pereira disse...

"De resto ninguém muda um minuto no mundo isolando-se dele. E no fundo o que todos queremos é um mundo melhor."

Isto podia ser
eu a escrever

Rogerio G. V. Pereira disse...

Fiquemos!
Que seria da vida
se não houvesse
quem resistisse?