03 fevereiro, 2016

Se Bruxelas aprovar o Orçamento do Estado eu não aplaudo... seria desvalorizar o que prezo

A foto acima é do "Público" e depois foi usada até mais não, semanas a fio. Escolhi-a como prova de um comportamento indigno da nossa imprensa. Toda, sem excepção, a submeter o Governo a grande pressão, cavando o descrédito politico e técnico e aliando-se, dessa forma, a poderes que não foram submetidos a qualquer escrutínio.
Repito: é indigno.
Por outro lado,
se Bruxelas aprovar o orçamento, eu não aplaudo.
Por razões que o meu Partido torna bem explícito. 

18 comentários:

Luis Coelho disse...

Afinal entenderam-se. Venceu a verdade e a razão.
Estou contente por ver desmascarados os fazedores da opinião pública, os jogos de interesses e ainda "os agarrados aos tachos e poleiros"

Isabel Melga disse...

Embora chateie e seja uma atitude baixa dos inimigos da democracia e do Povo, o pessoal já sabe o "terreno minado" que pisa mas deixa-os a falar sózinhos. O importante é mantermos a unidade e os compromissos com toda as forças políticas de Esquerda. Vacilar nunca!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Terão vencido
os antes humilhados e ofendidos

mas esses, que referes, não desertarão
enquanto mantiverem os tachos e os poleiros
inteiros

Rogerio G. V. Pereira disse...

É isso!
"manter a unidade" é sempre possível se forem mantidos os compromissos!

(gostei que tivesse aparecido!)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Respondi às suas observações no CR, Rogério. Se ler novamente o post, vai ver que fez juízos precipitados. Alguma vez eu poderia considerar o Observador um blog e, ainda por cima, equilibrado? Estou doente, mas não estou louco!

ematejoca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rogerio G. V. Pereira disse...

" http://observador.pt/opiniao/sera-alguem-portugal-ideia-do-pandemonio-vai-os-refugiados/ "

foi a página onde fui dar, no link do seu último parágrafo...
que queria que concluísse?

Rogerio G. V. Pereira disse...

Três coisas

- é indigno de uma imprensa que se diz de referência escolher imagens assim...
- em politica não me posiciono por quem nutro simpatia, ou então teria de venerar Marcelo, que é simpático "como-o-raio-que-o-parta"
- ele (Costa) nunca trairá o meu partido pela simples razão que não é seu militante... se trair o seu compromisso ir-se-á arrepender disso

Graça Sampaio disse...

A nossa imprensa está completamente dominada pelos abutres da direita! Até mete nojo! Até a Maria Flor Pedroso já lhe está a dar para a direita - ou assim me parece, sei lá!!

ematejoca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Tapadas disse...

A imprensa há muito que se rendeu a fracos valores humanos...

bjs

Rogerio G. V. Pereira disse...

Cuidado
que não haja fantasmas no armário

Há gente que passa por momentos de lucidez...
(mas só de quando em vez)

Rogerio G. V. Pereira disse...

A Teresa parece a nossa imprensa
a pressionar, sub-liminarmente
para que aconteça

(o "seu" Gerónimo... quem é?)

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ana
a imprensa não se rende
a imprensa, vende
e cria valores
em troca de favores

ematejoca disse...

Não estou nada a presssionar, só tenho pena que o PCP tenha vendido a alma ao diabo.

Claro que o Jerónimo Carvalho de Sousa não é "meu", camarada Rogério, só tenho uma certa simpatia por ele, coisa que não tenho, nem nunca terei, pelo António Costa.

Düsseldorf, HELAU!!!

ematejoca disse...

Não pressiono como a vossa imprensa, só tenho pena que o PCP tenha vendido a alma ao diabo.

Claro que o Jerónimo de Sousa não é "meu", tenho apenas uma certa simpatia por ele, coisa que não tenho pelo António Costa.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Pronto

vou levar este seu recado ao Jerónimo
e digo-lhe
que ele não fique a pensar
que a Teresa veio aqui pressionar

Teté disse...

Concordo absolutamente que a imprensa que temos é vergonhosa, não demonstra o mínimo de isenção. Daí que com o tempo tenha tendência a desaparecer, nos moldes em que a conhecemos... ;)