18 novembro, 2016

Os deprimidos (sinopse do conto)


Ando há muito com um conto metido na cabeça e é desta vez que me decido. Começa amanhã e termina (espero que termine) no domingo.

Sinopse:
Tudo se passa em 2090. As personagens, Bruna e Miguel, são um jovem casal. Ela gere um micro-oficio que administra dois deprimidos: Miguel entrega-se à mesma actividade mas a sua dimensão é já de maior responsabilidade pois emprega 26 deprimidos com diferentes escalões. Cumprem um horário generoso de 20 horas semanais o que lhes permite usufruir todos os benefícios de uma sociedade avançada, onde avanços tecnológicos inimagináveis reduziram ao mínimo o esforço humano e também a necessidade de trabalho. Este é assegurado por uma imensa prol de deprimidos, agrupados por diversos níveis de depressão. O primeiro nível é de elevada aptidão e competência, o nível 5 corresponde ao deprimido inútil que é segregado dada a falta de préstimo. O conto inicia-se com os primeiros sintomas de Bruna e o anúncio de uma quase certa gravidez.
É um conto que escrevo não como divertimento mas como um aviso. Muitos dirão que pinto o futuro de muito negro e que tal é impossível. Mas... o impossível é tão só e apenas aquilo que ainda não aconteceu. Por outro lado, haverá a tranquilidade de pensar que ainda faltam muitos anos para 2090 chegar.

Imagem publicada aqui