19 outubro, 2012

A Dª Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar - (13)


 "renegociação... em prazo quase de perpetuidade" diz Cadilhe
Dª Esmeralda (verdadeiramente interessada) - Mas diga lá, vizinha, o que disse o Cadilhe?
Vizinha do 4º andar (em tom de cochichar) - Sabe?, ele diz o mesmo do partido do seu marido. Diz que que devemos honrar o país renegociando a dívida, os juros e até reclama prazos infinitos... sim, porque nós não somos ricos... e disse outra, minguem paga se estiver na bancarrota...
Dª Esmeralda (admirada) - O Cadilhe falou em renegociar a dívida? os montantes e tudo?
Vizinha do 4º andar (com a cabeça a abanar) - Não, lá isso não falou!...
Dª Esmeralda (já sem estar admirada) - O Cadilhe falou o que ia fazer com o dinheiro a receber?
Vizinha do 4º andar (voltando a cabeça a abanar) - Não, lá isso não falou!... O que falou é renegociar em segredo e reduzir o Estado, que ele acha que está muito inchado...
Dª Esmeralda (com a voz um pouco irritada) - E o partido do meu marido alguma vez disse isso? Com a divida aliviada e a nação privatizada, era uma boa solução para os que agora não sabem bem o que fazer... está a ver?
Rogérito (interrompendo, nesse preciso momento) - Vizinhas logo às 9, na RTP1, e nada de novelas