26 outubro, 2012

Classes sociais e outras coisas mais...


Um estupendo desenho numa metáfora porreira.. vou descodificá-la (à minha maneira)

Com o socialismo metido na gaveta, não foi preciso muito tempo para lá ir também parar um conceito perigoso: o de classe social. Isso, e tantas outras coisas (que não vêm agora a propósito) deram terreno a que se avançasse com a injecção de dinheiro, que compensasse  o que foi para o galheiro... E que foi para o galheiro a troco da entrada de dinheiro? O que foi para o galheiro, foi a produção industrial (com o emagrecimento violento da classe operária, reduzida a pouco mais que nada). O que foi para o galheiro, foi a produção agrícola  (com a numerosa redução de assalariados agrícolas e camponeses, convertidos em imigrantes e malteses). O que foi para o galheiro, foi quase tudo o que era pesqueiro (com a dramática diminuição de pescadores-marinheiros). O que foi para o galheiro, foi a frota mercante (com a quase prática extinção desses operários do mar). 
Em troca acontecem dois factos relevantes:
  • os sectores da construção civil, do comércio e serviços crescem como o caraças; 
  • passámos todos a ser classe média... 
E agora?  Voltamos a ter operários, camponeses, assalariados rurais, pescadores, marinheiros e outras coisas mais? E com consciência de classe?... 

Ah!, e se conhecerem alguém dessa outra classe emergente, que faz da vida uma caridosa missão de ajudar toda a gente, avisem. É que o gajo de lá de cima precisa de mudar a cuequinha e de calçar uns chanatos... podem ser dos mais baratos!