25 outubro, 2012

A arte de bem voar, precavendo grandes quedas e em guarda contra as aves de rapina...


Instruções, para a arte de bem voar
Quando as asas atingem ampla envergadura
Quando o corpo atinge a apropriada altura 
Quando a mente começa à beira de se ansiar
Há que seguir o guia da arte de bem voar

A primeira regra é fácil de dizer, difícil de fazer
É treinar o olhar, para saber (sempre) onde poisar
É estar aberto à observação e ao aprender 
É educar a atenção, a inteligência e o pensar

A segunda regra, requer treino e ausência de medos
É perceber que pequenas quedas fazem parte da viagem
É não se deixar enredar em fáceis e distraídos enredos
E é  iniciar o treino, com persistência e coragem 

A terceira regra é já de laborioso exercício  de treino 
É escolher um ramo que não seja ameno poleiro
É escolher o que fique a distância curta para não falhar
E que as asas sirvam quase apenas para poisar

As regras seguintes, quase iguais, aumentadas de dificuldade 
Ramos cada vez mais distantes, cada vez mais em subida
No sentido em que se encaminha a vida...
E à medida que as asas ganham idade 
Quando se chega ao alto é que tudo começa
E a última regra de bem voar, é voar em bando
Distinguir a selva da floresta
E saber parar, de vez em quando 
Podes começar!
Para ti Miguel, deste teu velho pássaro 

16 comentários:

Fernanda disse...

Voar em bando é bem voar
Ideias comungados, união.
Sempre há promessa de pão,
E nada para se apavorar...

Rosa dos Ventos disse...

Parabéns ao Miguel e a todos/as que o amam!
Parabéns reforçados ao avó vaidoso e bom versejador!
É bom voar em bando mas nada se perde que de vez em quando nos afastemos para ver o bando de fora! :-))

Abraço

folha seca disse...

Caro Rogério
A forma como lembra os aniversários dos seus entes queridos, tem sempre algo de inovador e assente na realidade. Excelente o poema (li e reli).
Parabéns ao Miguel (até por ter um Avô tão fixe.
Abraço
Rodrigo

manuela baptista disse...

14 anos feitos hoje

e um avô pássaro para toda a vida


felizes voos!

dois abraços

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Muitos parabéns ao Miguel que tem a sorte de ter um avô que o ensina a levantar vôo...a manter-se no ar e a pousar em segurança.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Janita disse...

Ó Miguel, no ano passado deixaste o clarinete que tocavas na Banda de Alvega, para jogar futebol em Abrantes. O avô tanto te pediu que ficasses a praticar os dois hobbies...fizeste-lhe a vontade?

Ouve agora os seus conselhos e voarás alto e em segurança. Tens um avô porreiro, miúdo!

Parabéns, Miguel!

Beijinhos para ti e para o teu "velho" pássaro. :)


Lídia Borges disse...


Sem rodeios, a sabedoria do voo.

O Miguel saberá definir a rota, escolher o bando e perseguir o sonho.

Um beijo de Parabéns aos dois, naturalmente. Ao Miguel pelo aniversário e pelo avô que tem, ao avô pelo poema que diz tudo.

Lídia

Sandra Subtil disse...

Emocionante!
Parabéns ao neto e vida longa!
Deve ser muito bom ter um avô assim .

Flor de Jasmim disse...

Parabéns ao Miguel que exista muitos dias 25 de outubro na sua vida!
Parabéns a todos aqueles que lhe são queridos.

Beijinho e uma flor

Graça Sampaio disse...

Que lindo Miguel! Parabéns para ele e para a família que tal "especime" criou!

Mas atenção, avô! Regras de mais também não é bom. Não se dão lições de vida. Ela flui todos os dias e nós temos de aprender por nós próprios.

O Miguel, que é tão bonito, tem muita sorte por ter um avô destes...

Beijinhos para todos em redor do Miguel.

BRANCAMAR disse...

Parabéns ao Miguel e tanto que ele cresceu num ano.

Parabéns também ao avô pelo excelente poema.

Beijos

JP disse...

Parabéns Miguel, e segue os conselhos de um pássaro bem "sabido".

É bom voar, em bando, para não nos perdermos, só para aprender....

Abralo aos dois

Rogério Pereira disse...

Não passo ao lado de perguntas, mesmo que impliquem respostas pouco agradáveis.

A pergunta é da Janita
E a resposta é... não

Mudar de escola compulsivamente e de repente e levar em cima com uma carga horária pesada tem como resultados não sobrar tempo para nada...

Vou falar com o Miguel amanhã, para saber para que ramo vai ele querer voar (se não lhe amarrarem as asas...)

Aproveito para agradecer a todos as palavras carinhosas que aqui deixaram. Obrigado!

Mar Arável disse...


Belíssimo

orientar o voo

para os mastros mais altos

jrd disse...

Muitos parabéns!
Que a liberdade seja sempre o espaço do seu voo.

Abraço

OceanoAzul.Sonhos disse...

Belíssima forma de orientar os mais novos...

Parabéns (um pouco atrasados) ao Miguel e ao avô esmerado.

Beijinhos
cvb