05 junho, 2011

Um pouco antes de ir votar, um preocupado olhar

A República tinha ao Zé segredado para pensar fora do quadrado...

19 comentários:

António Gallobar disse...

Excelente

Parabens

Jose Ferreira disse...

Ainda não fui votar, mas vou ainda antes do almoço.
Amigo Rogério, acredito que não preciso votar contra as minhas mais profundas convicções. Espero estar certa! Vou votar nas pessoas de sempre,mesmo sabendo, que lamentavelmente elas nunca chegarão ao poder.
BLOCO DE ESQUERDA - FRANCISCO LOUÇÃ.

Tem um bom Domingo
Beijinho

Fernanda disse...

Rogério,

Já fiz esta asneira duas vezes, desculpa.
O José é o meu marido, uso a sua senha frequentemente :)
Esqueci-me de mudar.
Sou eu
a Ná

Fada do bosque disse...

Excelente Rogério!
Ainda há quem vote em convicções... pena é que a maioria suporte ser manipulada, isso sim é um caso para preocupação.
A República deve estar a perguntar-se, porque raio inventaram o voto útil que se veio sobrepor às Convicções e Valores. É que se torna um pouco difícil... ter de fazer uma cirurgia para tornar a coluna vertebral amovível...

folha seca disse...

Caro Rogério
Partilho a seu preocupado olhar.
Na verdade somos um povo (salvo as execepções) que anda no Mundo por ver andar os outros.
Na verdade mais ponto menos ponto já está tudo decidido. As celebres sondagens já ditaram o sentido de votos da esmagadora maioria dos votantes.
É assim.
Abraço

AMCD disse...

Livremo-nos de vez desse maldito quadrado que nos aprisiona (sei que não é fácil para a maioria).

Dentro do quadrado não mora nem a liberdade nem a democracia. O quadrado é demasiado limitado e conduz à servidão e ao servilismo.

Na verdade a escolha é entre o quadrado e os outros.

Cá por mim prefiro pensar "out of the box".

Cumprimentos Rogério.

jrd disse...

Os "redondos" votam no quadrado. É fatal...

Gisa disse...

Distante fico na torcida e na expectativa do melhor para os portugueses.
Muitos bjs querido amigo

carol disse...

Não concordo! Mas o "boneco" está mesmo muito giro!

Bom voto!

Sandra disse...

Penso que o livre arbítrio ainda existe. Não me sinto obrigada a nada. Dever já cumprido.
beijinho

ematejoca disse...

Quem pensa fora do quadrado só favorece o coelho!!!

Rui Pascoal disse...

Com a táctica do quadrado conseguimos (na Batalha de Aljubarrota) expulsar os inimigos invasores mas eles agora estão muito mais refinados… não vai ser fácil.
:)

Donatien disse...

Se votasse dentro do quadrado
Tinha ficado engasgado...

ematejoca disse...

Pois bem, quem votou fora do quadrado não ficou engasgado ficou ENCOELHADO!!!

Bom proveito!!!

Fada do bosque disse...

Calma ematejoca só quem é muito crente, é que não sabe que as eleições já estão combinadas antes...

"E quando faltavam três dias para o fim da campanha eleitoral, ele apareceu: o militante número 1 e único fundador do PSD ainda vivo, Francisco Pinto Balsemão.
O homem que foi primeiro-ministro de Portugal após a morte de Sá Carneiro no atentado de Camarate - e é agora dono de um "Império" de Comunicação Social -, esteve em Coimbra, ao lado do actual líder laranja, para dizer que o ainda primeiro-ministro, José Sócrates, "está queimado. Os truques do velho ilusionista estão vistos e revistos"... Não se deixem enganar. O "velho ilusionista" continua a ser o mesmo, continua a ser Balsemão, pois foi Balsemão quem "indicou" Santana e Sócrates para o encontro do grupo Bilderberg de 2004. Foi ele, tem sido sempre ele a escolher os futuros primeiros-ministros de Portugal..."

Um pouco de jornalismo de investigação, aliás do único jornalista que resta nessa matéria no País, não faz nada mal... E já agora do lado direito do blogue, está outro link que se chama o "fim da democracia". É dar uma espreitadinha aqui. Atenção ás etiquetas... são importantes.

São disse...

E o bom povo português escolheu a Direita ...aquele que se deu ao trabalho de votar, porque outra parte nem isso fez.

Portanto, tudo quanto lhes cair em cima é mais do que merecido. Só não têm que se lamentar!!

Boa semana.

Isa GT disse...

Hoje... nem sei que lhe diga...

Bjos

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Por muito que me empurrem, eu sou teimosa e voto sempre fora do quadrado.

Beijinhos

A.Tapadinhas disse...

Não resisto a repetir o comentário que fiz no post do comum
amigo "Folha Seca", que colocou Zeca a cantar Pessoa no "Comboio Descendente".

Que parelha, amigo, Zeca e Pessoa!!!

Faz bem ao nosso ego ter compatriotas assim!

Da Moita a Palmela
Vai um salto de criança,
A descer, sempre a descer
Até onde a vista alcança!
:)

E o Rogério sabe que para Palmela é sempre a subir!

Abraço,
António