09 maio, 2015

Há 70 anos, pouco mais de 2 meses depois de eu vir ao Mundo...

"A 2 de Maio de 1945 o exército da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas tomava o Reichstag. A bandeira vermelha com a foice e o martelo, hasteada por um soldado soviético, ondulava em Berlim. Passados alguns dias, a 8 de Maio de 1945, a Alemanha nazi assinava a sua rendição incondicional. A 9 de Maio o povo soviético comemorava em Moscovo a vitória na «Grande Guerra Patriótica», fazendo esse dia passar à História como o «Dia da Vitória». Tinha terminado a II Guerra Mundial no continente europeu, seguir-se-ia a derrota do Japão imperial no continente asiático."
Texto do Avante, citado pelo Bruno, que edita no seu "Da Peste à Centelha"
documentos históricos dignos de serem vistos
.  
Imagens "cedidas" pelo Herético

"Os soviéticos nunca reclamaram o exclusivo da paternidade da vitória de 1945. Mas foram eles quem mais sofreu com a invasão alemã e teve a capacidade para reverter o sentido da guerra a partir de uma resistência sangrenta e de batalhas como as de Stalinegrado e Kursk, perseguindo os alemães até ao seu próprio território.
Foi com tais resultados que a Inglaterra, os EUA e países aliados de ambos, se decidiram pela abertura da 2ª frente, na Europa e na Ásia no seu conjunto. Se isso não tivesse acontecido, ter-se-ia consumado uma das maiores vergonhas da guerra. Muitos dirigentes ocidentais alimentavam a idéia de deixar Hitler acabar com a Rússia que então eles acabariam com os nazis. Estes diferendos ficaram afastados com a vitória, mesmo que a futura guerra fria já estivesse a funcionar." - escreveu o "antreus"