12 março, 2018

Cristas, Rio e o suicídio


Assunção Cristas, à qual chegaria a arte do meu amigo "Maceta", terá já decidido gamar a imagem e inspirar-se nela para o lançamento do primeiro outdoor a usar na campanha para as próximas legislativas, com aquilo que virá a ser, considera ela, um slogan vitorioso
Entretanto, assumindo as dores de Rio, um colunista encartado vem à liça e, documentada_mente, prova que Cristas terá cometido suicídio. 

Que se matem!

7 comentários:

Maria João Brito de Sousa disse...

Gostei do traço do Maceta.
Entretanto, em casa de uma amiga que ainda tem televisor, cansei-me de ouvir estes dois falarem sem nada dizerem. Não consegui ser objectiva e deixei de os ouvir. Ficou o ruído de fundo, uma espécie de zumzum incomodativo... "ma non troppo", que, como bem dizes, disputem o primeiro lugar no pódio até à morte, mas não me ensurdeçam a mim.

Nem sempre consigo ser tão, mas tão racional e objectiva quanto deveria e... "desliguei" cá por dentro.

Abraço

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ó querida amiga
ficas desde já a saber
que Minha Alma, podes crer
também ela, desliga

Anónimo disse...

Suicidem-nos

nas urnas!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Isso!

Elvira Carvalho disse...

Por mim podem suicidar-se à vontade. Politicamente claro. Não faço ideias de me lamentar por nenhum deles.
Abraço

Graça Sampaio disse...

Por mim,
suicidem-se os dois
e ficamos bem assim
depois...

Maria João Brito de Sousa disse...

Desligámo-nos as duas; eu e a tua alma... :)