21 março, 2018

Poesia, como há muito não acontecia


Coube à professora Luísa Esmeralda apresentar a nossa presidente e, de seguida, apresentar-me  a mim, para depois apresentar e o Davoud e o prof. Jorge Rodrigues.

Coube-me a mim apresentar os  nossos convidados, Domingos Lobo (que, por seu turno, apresentaria o poeta Arménio Vieira) e o Manuel Diogo, que diria seus poemas.

Depois dos ditos, em versos muito aplaudidos, o iraniano Davoud apresentaria quem ali se prestava a declamar Saramago, exibindo o livro e dando notícia de o ter integralmente traduzido e dizendo-os, ele também, em persa.

Arménio e Saramago, foram quem mais nos ocupou o sonho, a nós todos, "Desenhadores de Sonhos", após apelo feito e que conduziria a sala cheia (cheia duas vezes, pois foram duas as sessões)


Ficam as imagens, que são outros tantos vídeos a exigirem trabalhos redobrados, na produção e no enaltecer da participação de gente em processo de multiculturalidade... e foram gregos, costa-marfinenses, franceses, angolanos, são-tomenses, chineses, sírios, outros árabes, alemães e muitos africanos, que pretender dizê-los todos  falta-me o apontamento...

Foi um fim de tarde bonito e uma noite promissora, neste dia dedicado à poesia...

Mudar o Mundo não custa muito, leva é tempo!



Esta reportagem refere-se a uma iniciativa bonita

23 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Muito bom. As fotografias estão óptimas e que bom ver um tal auditório tão cheio de gente para ouvir poesia.
Embora não tão importante, mas nós também tivemos a nossa comemoração na Biblioteca José Esteves no Convento da Verderena. A assistência compunha-se dos alunos do 3º e 4º ano da Escola 9 e dos alunos da Universidade Sénior. Começámos com o Cante Alentejano, seguimos com os alunos lendo pequenos poemas seus, tivemos a presença de uma poetisa convidada, e por fim lemos poemas nossos e de poetas consagrados.
Um abraço

Maria João Brito de Sousa disse...

Parabéns aos Desenhadores de Sonhos neste dia que se segue ao Dia Mundial da Poesia!

A todos vos abraço!

Maria João Brito de Sousa disse...

Para vós, Desenhadores de Sonhos, já que não pude estar convosco, ainda que convosco tenha estado;

A CASA DA POESIA

(no Dia Mundial da Poesia)

*

Minha casa é de sincelo,

vítrea, pequenina e fria

e eu, a quem tudo arrepia,

mesmo assim gosto de vê-lo

construindo algo de belo

na velha casa vazia

do tanto que antes havia,

do tanto que hoje, esquecê-lo,

erro fora e, a cometê-lo,

eu jamais me atreveria.

*

Na velha casa, congelo,

mas é grande a sintonia

entre mim, nesta avaria,

e este Inverno... só por sê-lo.

Nesta casa - o meu castelo -

há quanto eu desejaria,

que a minha filosofia

é ter pouco, é ser singelo

e é cuidar, com gosto e zelo,

da casa da Poesia!

*

Maria João Brito de Sousa

21.03.2018 – 11.8h

Rogerio G. V. Pereira disse...

Boa iniciativa.
A poesia e a sua partilha

Rogerio G. V. Pereira disse...

Obrigado, querida "desenhadora"
de elevados sonhos

Rogerio G. V. Pereira disse...

Um qualquer dia
hei-de construir uma janela
na casa da poesia

Mar Arável disse...

Tudo muito belo e significativo
Abraço amigo

Ana Tapadas disse...

Tudo maravilhoso!
Bela iniciativa.
Beijo

Janita disse...

Uma bela tertúlia poética.
Parabéns a todos os Construtores de Sonhos e a todos os Sonhadores.
Uma iniciativa a não perder de vista.

Rogerio G. V. Pereira disse...

O multiculturalismo é,para além da prática das instituições e das políticas do Governo, uma atitude. E isso viu-se. E isso foi bom de ver...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Sem dúvida, maravilhoso.
Maravilhoso
como cada um quis chegar ao outro...

Rogerio G. V. Pereira disse...

É isso Janita
Sobretudo os muitos estrangeiros
que estavam e os que participaram
deixaram pontas de uma relação
que irá perdurar...

as-nunes disse...

Há muito que não te via
a vida transporta-nos
o rumo é disperso
mas cabe lá a poesia

Vejo que continuas ativo

esmeralda disse...

Obrigada "Desenhadores de sonhos" e a todos os que participaram nesta iniciativa, que tornou o sonho da poesia realidade!

Acrescenta Um Ponto ao Conto disse...

Muito bem! Parabéns

Convidamos-vos a ler o capítulo VI do nosso conto escrito a várias mãos "Voar Sem Asas"
https://contospartilhados.blogspot.pt/2018/03/voar-sem-asas-capitulo-vi.html

Saudações literárias

Rogerio G. V. Pereira disse...

Meu caro... há tanto tempo,
tanto
Que sejas bem-vindo
E fica sabendo
que o ativo
é bem maior que o passivo

Rogerio G. V. Pereira disse...

Cara professora
superou tudo o que esperava

Agora só falta sonhar por gestos...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Logo que tenha um tempinho
tô indo

São disse...

Excelente iniciativa, essa!!

Bom fim de semana

Graça Sampaio disse...

Que excelente evento! Que bela iniciativa!
Parabéns, muitos parabéns!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Estou a acabar um vídeo...
Tá lindo!

Rogerio G. V. Pereira disse...

... foi lindo
e só professores
eram cinco

(julgo eu)

Gil António disse...

Bom dia. É sempre bom quando se juntam várias pessoas a fim de ouvir declamar poesia. Sou fâ.

Linkei no meu blogue e fiz-me seguidor-
.
* Mulher de Pedra, dormindo entre a Verdura. (Poetizando e Encantando). *
.
Cumprimentos poéticos.
.