01 janeiro, 2019

Marcelo, o único!


Marcelo, de todos os Presidentes, foi o único a beijar (quase) todo o Mundo. A sua mensagem de Ano Novo foi a única a tentar agradar a este Mundo e ao outro. De facto, Marcelo faz coisas do outro Mundo...
...e como me contenho quando vou escrever algo que já está escrito, passo todo o lido a papel químico. Segue a cópia:
«Marcelo fez questão de ir apertar a mão a Trump, mesmo sabendo que poderia correr o risco de ser confundido com o rei de Espanha! Não lhe valeu de nada mas trouxe - interesses de Estado? É interesse de Estado o reconhecimento duma América dirigida assim?

Mas com Bolsonaro isto pia mais próximo e mais fino. Pior que Trump! - diziam uns. Mais perigoso que Trump! - diziam outros. E todos temos o direito de dizer dum e outro uma coisa qualquer! Temos até o direito de nos contradizermos com as opiniões que emitimos acerca de um ou de outro.

Quem não tem o direito de se contradizer com aquilo que prega, são os guardiões e os representantes da nossa democracia. Como pode a RTP nomear Bolsonaro como a personalidade do ano? Porque tem de ir Marcelo à tomada de posse do novo presidente do Brasil?
Em nome de que causa maior se pode legitimar a mediocridade sem medir os efeitos nefastos desse apoio - porque é de apoio que se trata - no florescimento de novos Trumps e Bolsonaros?

A RTP é a Globo? Não! Isso é a SIC!

Marcelo é um deles? Não! No entanto, não deixa de ser um daqueles a quem estas novas velhas visões da democracia não fazem muita impressão! Nasceu no meio deles e deles cresceu!
Que bela fotografia de recordação Marcelo vai trazer para colocar na cristaleira lá da casa!
Putas que pariram trumps, bolsanaros, o de israel, o da hungria, o da turquia, o da ucrânia, o de espanha, o da polónia, o da japónia, o da anatólia, o francês, a inglesa e também... o portonhês!... Viva a revolução, o revirão, o reviralho e vão todos para o... brasil!
Bolso, estou a bolsar, bolsonaro, metê-lo, marcelo... ai!
Dos 160 chefes de estado convidados por Bolsonaro, só 12 aceitaram o convite.»
in "Rei dos Leittões"

14 comentários:

Janita disse...

Pois...também não foi nenhum francês nem alemão que descobriu o Brasil, pois não?
Ganhasse quem ganhasse, o nosso PR estaria lá no momento da tomada de posse...

Bom Ano, Rogério!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Boa resposta

Agora acabo de perceber porque foi à posse do Trump...
pois... foi Cristovão Colombo quem descobriu a América

Janita disse...

Ah, isso foi para dar ao Trump o aperto de mão que nenhum outro Chefe de Estado teve a coragem de lhe dar...todos se deixaram puxar!!


https://www.youtube.com/watch?v=vi-1i-TCn0Q

Rogerio G. V. Pereira disse...

O "pessoal" do Observador sabe bem promover o seu Presidente...
mas Janita,
um aperto de mão
não é um empurrão
pode ser pouco simpatico
mas não cria nenhum incidente diplomático
não rompe com o protocolo
nem por mais "único" que seja
não abre nenhuma peleja

Maria João Brito de Sousa disse...

Pouco simpático, só? Nauseante, diria eu.

Marcelo foi o "porta aperto de mão" de Portugal inteiro e, conquentemente de todos os portugueses que ainda pugnam por um país minimamente digno.

Nem desinfectando a mão com álcool vou deixar de a sentir suja e conspurcada.

Para tudo há limites, senhor presidente!

Elvira Carvalho disse...

Por mais que o Marcelo se mostre entre o povo como mais um de nós, as suas raízes estão no outro lado. Porém como homem inteligente que é, ele sabe que a maioria votante está no povo. Daí que ande com um pé cá e outro lá, tentando contentar gregos e troianos.
Abraço e bom ano

Rosa dos Ventos disse...

Marcelo é capaz de tudo, de mais alguma coisa e do seu contrário!
É um artista português, só não roda a cadeira com os dentes! :)

Abraço

Mar Arável disse...

Nem todo o povo se ajoelhou
Abraço

Maria Eu disse...

Já de há muito tempo que este "nosso" presidente me cansa! Haja paciência para tanta actividade e desejo de atenção!
Quanto à presença na posse do Bolsonaro, ele fez-se convidado desde antes dos próprios convites... Enfim!

Beijinhos, Rogério, e um 2019 com muita saúde e luz! :)

Rogerio G. V. Pereira disse...

Maria João

"Marcelo foi o "porta aperto de mão" de Portugal inteiro e, conquentemente de todos os portugueses que ainda pugnam por um país minimamente digno."

A imprensa está rendida,
e, assim, a indignidade dos que não ajoelham
fica na esfera do silêncio...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Elvira

«...mais (que)um de nós, as suas raízes estão no outro lado.»

Embora a imprensa mostre o contrário!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Rosa dos Ventos,

«É um artista português, só não roda a cadeira com os dentes!»

Não estou certo disso...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Mar Arável

"Nem todo o povo se ajoelhou"

Nem todo
Mas...
Quase todo

Rogerio G. V. Pereira disse...

Maria Eu

Haja (im)paciência