17 dezembro, 2011

Cesária Évora, In Memoriam


Cesária Évora  1941 - 2011
.
«Eu canto por prazer, não acredito nem em sonhos 
nem em destino (…)»
Entrevista Mundo Lusíada - 2008

14 comentários:

  1. Não tinha conhecimento.
    Via-a pela primeira vez, em concerto, no Glenn Gould Studio em Toronto, quando ela aqui veio também pela primeira vez. Nunca antes tinha ouvido falar nesta cantora. A sala, pequena, encontrava-se cheia. Reparei que estava descalça e havia um cinzeiro em cima de uma pequena mesa e dentro do cinzeiro um cigarro aceso! Já era numa altura em que não se fumava em público. Mencionei isto algures! : ) Regressou a Toronto algumas vezes. Os concertos começaram a realizar-se em salas de espetáculos muito maiores do que a do Glenn Gould Studio.
    Lamento. Era uma grande cantora.

    ResponderEliminar
  2. Também não sabia da sua morte, foi só agora, ao chegar a casa, e espreitar no seu blogue, Rogério.

    Não sou admiradora desse género de música, mas quando estive em Portugal em Setembro/Outubro (já ela estava doente) comprei um CD dela para oferecer a uma amiga minha alemã, porque ela era também aqui muito conhecida.

    Que descanse em paz.

    ResponderEliminar
  3. A minha primeira reacção foi: "tão nova!" Mas depois o maridão, disse que estas vidas são vividas a velocidade redobrada...
    Que descanse em paz, amigo Rogério.

    ResponderEliminar
  4. E é por prazer que devemos sempre fazer as coisas*

    ResponderEliminar
  5. Meu amigo:
    Uma vida intensa, uma voz que saia da alma, uma alma de certeza linda!
    « Oi madrugada imagem di nh'alma
    Manha cretcheu entrega-me sês lágrimas
    Pâm ca sofrê nem tchorà
    Ess sofrimento ca é sô pa mim
    Oi partida bô é um dor profundo.»

    Que descanse em paz!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Caro Rogério
    Uma partida já anunciada (ao fim e ao cabo, todos chegamos com bilhete de ida e volta) Ficam as canções duma voz da lusofonia que vai certamente ser ouvida pelos tempos fora.
    Dói, mas faz parte!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Também eu a ouvia por prazer. Mais uma referência que parte.

    ResponderEliminar
  8. Não sou um admirador de Cesária Évora.
    Nem da mulher, nem da artista,e, tão pouco, de quem a lançou no mundo do espectáculo.
    Mas, que descanse em paz, se é que o passamento é um descanso.

    ResponderEliminar
  9. uma voz que fazia algo em mim ganhar vida

    Bjinhos
    Paula

    ResponderEliminar
  10. Uma voz que outros países, sobretudo os franceses, souberam acarinhar muito mais que os portugueses, algo de que parece que Cesária Évora tinha algum desgosto.
    No entanto o dom da sua excelente voz e sobretudo a alma com que a utilizava, ficará para a posteridade.

    Beijinhos
    Branca

    ResponderEliminar
  11. Venho desejar-lhe e a sua Família
    um Feliz e Santo Natal.
    Bj.
    Irene

    ResponderEliminar
  12. canto-a e recanto-a

    cabo verde morna a esperança


    um abraço

    manuela

    ResponderEliminar
  13. Prazer é o melhor motivo!
    Um grande bj

    ResponderEliminar