16 agosto, 2012

Depois de uma morte anunciada em 2008, a Islândia ressuscitou e parece estar bem de saúde. Sem abrir mão dos apoios sociais, a Islândia reduziu a taxa de desemprego para menos de 5 por cento e, para 2012, está previsto um crescimento económico na ordem dos 2,4 por cento. Um caso único...


O povo se envolveu, se mobilizou e os governantes locais ouviram...  

6 comentários:

Anónimo disse...

Um caso louvável... que prova que os nossos sacrifícios são em vão. Se Portugal tiver que ir à bancarrota... vai mesmo. Não são estes cortes que nos vão safar.

Catarina disse...

Serve de exemplo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eles, os coisos, nem querem ouvir falar da Islândia, um mau exemplo, porque prova que a Europa está completamente errada e os que a governam são perfeitos incapazes.

O Puma disse...

Parece que ali

ninguem cala a voz à classe operária
nem a classe operária

São disse...

É por este exemplo não interessar que ninguém fala na Islândia na impoluta e imparcial comunicação social portuguesa!!

Se a cambada de idiotas que este país produz fosse exportada , teríamos todos os nossos problemas mais que resolvidos!

Boa noite

M disse...

é pena mais de metade dos portugueses não saberem deste caso, só se ouve falar da grécia, mas da islândia nada!
também é pena que os nossos governantes não meterem a vista em cima deste país, enfim! talvez um dia ...
beijinhos