08 dezembro, 2015

Escrever na água


 ESCREVER NA ÁGUA
Quando tiveres cometido algo
que te amarga,
escreve-o na água
límpida de um lago sereno 
verás que nunca se apaga

É como se estivesses escrevendo na alma

Nada pior que entrar num confessionário
de onde se sai
com a disposição
inconfessável
de repetir o erro

E se errar é humano
repetir o erro é estúpido 
Rogério Pereira

11 comentários:

Janita disse...

Vou decorar este inspirador poema
para o citar de cor
a todos aqueles que me
amarguraram a alma
e o não escreveram
na água calma!

Obrigada, Rogério!

Maria Eu disse...

Fica-se aliviado, escrevendo amarguras na água. Logo desaparecem!

Beijinhos, Rogério. :)

Elvira Carvalho disse...

Gostei.
E gostava de ser capaz de lhe dizer mais alguma coisa. Sou muito má a comentar poesia. Gosto imenso de a ler. Um pouco de a escrever, e nada de a comentar. Penso que a poesia sente-se, não se comenta.
Abraço

xilre disse...

Às vezes, repetir o erro é -- simples e inevitavelmente -- humano. Quem dera que não fosse. A arte é longa, a vida é breve. A memória é-o também, como a vida.

© Piedade Araújo Sol disse...

eu costumo dizer que escrevo muitas vezes um poema na água...este teu poema é um belo espelho de palavras que devem ser escritas não na água mas aqui...

muito obrigada por este belo momento de poesia.

beijinho

:)

Mar Arável disse...

Nas águas correntes
se inscrevem palavras amovíveis
e o poema acontece até à foz

Lídia Borges disse...


Na água gosto de escrever palavras como nenúfar, peixe, rã, juncos, libelinha...
Na céu - azul, voo, ave, nuvem...
Na terra - pão, seara, amigo, paz, criança...

E tudo isso na alma. Mais a dor de saber pouco o tudo que se é capaz de dar aos outros.

Nunca me lembraria de escrever coisas poluentes num lago de água serena...
Gosto de confessar "em voz alta" todos os pecados de que tenho consciência.


Lídia

São disse...

A FOTO É LINDA E O TEXTO MUITO BOM.

NUNCA ENTREI NUM CONFESSIONÁRIO NA IDADE ADULTA.

BOM SERÃO

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Um abraço

Joana C. Silva disse...

E se só quisermos cometer algo do qual nos iremos arrepender?

Graça Sampaio disse...

Num confessionário - nunca!!
Repetir o erro - acontece. E nem sempre depende de nós.
Escrever as mágoas na água, no vento, no céu - sempre!