02 janeiro, 2017

Redacções do Rogérito (34) - "A minha visita ao centro de dia"

Tema da redacção: a visita ao Centro de Dia 
Hoje fomos com a stôra  ao Centro de Dia lá da Paróquia porque a stôra dizia que era bom visitar quem estava só depois das rabanadas e das fatias paridas e das filhós muito provavelmente estariam sós o que para mim significava mais valer esse estar de que ter más companhias a acompanhar e lá fomos nós.
Chegamos lá e demos com senhoras simpáticas todas bem enfarpeladas para receber tão dignas visitas e tinham vestidos catitas e usavam chapéus muito bonitos a condizer-lhes com os sorrisos e que estes de tão abertos e vivos nem pareciam envelhecidos e se velhos são os trapos até esses pareciam estarem a ser estreados.
Estávamos nós no cházito acompanhado de bolo rei que até nem estava rijo quando a conversa sem que déssemos conta foi  parar a um tema que me levou a dizer que é preciso que alguma coisa mude para que tudo não fique na mesma e que quem luta sempre alcança e dessas coisas até sabe uma criança o que mereceu aplauso e perante a resposta em ovação eu prossegui questionando sobre aquela coisa da alternância e foi quase o fim-do-mundo pois choveu asneiredo manguitos de negação e gestos com os dedos que até a Guidinha ficou com as orelhas a arder e corada como ninguém a tinha visto nem sequer a stôra
Quando voltar a visitar um centro de dia terei de ter mais cuidado com a língua e quanto a falar do passado nem pensar. 
Rogérito


9 comentários:

Anónimo disse...

Eheheheheheh... perdoa-me, Rogérito, mas esta chuva de manguitos apanhou-me desprevenida, tinha de me rir...

Quanto à tua redacção-reportagem, pois sou uma tua fã, como sabes, não posso deixar de a aplaudir!

Um grande beijinho!

Maria João

Maria Eu disse...

O problema, Rogério, é que a maior parte dos "nossos" velhinhos, quando chega a hora de votar... Sabes o que quero dizer!

Beijinhos :)

Elvira Carvalho disse...

Ora bem, com o regresso às aulas voltaram as redações do Rogerito. Menino ladino e travesso, lá foi desencantar umas simpáticas idosas que não gostam de alternâncias, e não têm problemas em se manifestar.
Um abraço e que nunca falte a inspiração ao Rogerito.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Agora a sério

cada turma devia
visitar (pelo menos) um centro de dia

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ó, se sei!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Podes nem acreditar, mas um dia (em campanha) visitei vários centros, num deles, quando entrámos, cantaram "Grândola Vila Morena" (e estou a falar de Oeiras)

Anónimo disse...

E muito a sério, também, penso que tens toda a razão.

Abraço!

Graça Sampaio disse...

Ai Rogerito, Rogerito,
Tens de ter cuidado
Com o que fica dito...

Anónimo disse...

Parabéns, Elvira! Rogerito, tal como outras palavras derivadas das que são acentuadas, NUNCA levam acento. Com um "cházito", chazito, quero escrever, isto talvez fique melhor ou será o fim do mundo (com hifenização)?!