21 janeiro, 2017

Trump, os Marretas e a minha improvável "estrela Michelin"


Perguntarão, ao ler o título, o que terá o cu a ver com as calças. Não há nada que não tenha explicação e eu dou-a: apesar da mais que evidente ausência de sectores relevantes da sociedade americana no apoio a Trump, ele fez-se eleger presidente; mesmo confrontado com o cerrado ataque dos democratas e de Hillary, ele venceu; mesmo com o elevado, sofisticado e bem criativo exposto do ridículo, ele ganhou o apoio do povo... 
O que se passou? Eu explico com um exemplo. E é assim:
Hoje, cozinhei para gente, muita gente, do meu partido lá no Centro de Trabalho. Tivesse o criativo The Muppets me ridicularizado o acto e comparado o meu desempenho ao do louco cozinheiro sueco e é muito provável que estivesse agora a receber uma Estrela Michelin. 
Isto é: Trump talvez não fosse presidente se lhe tivessem pegado pela parte em que era válido ter sido atacado. O pior é que eu não sei se haveria muitas...

8 comentários:

Maria Eu disse...

Sabes, Rogério, para mim, quando estas "desgraças" acontecem só pode haver dois motivos: ignorância e/ou ganância.
Maus tempos se avizinham...

Beijinhos :)

Janita disse...

Blogues em que se fale de Trump,
eu não comento,
lamento...

Rogerio G. V. Pereira disse...

ignorância e/ou ganância de quem?

E sem dúvida que, quando semeados ventos, não haverá que colher mais que tempestades...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Enganas-te Janita, este post fala essencialmente da tristeza em os Marretas não me compararem ao cozinheiro sueco.
Certo?

Anónimo disse...

Lamentando muito que os Marretas se não tenham lembrado da tua "performance" culinária, concordo contigo em relação aos resultados da teoria do; "falem bem, falem mal, elogiem ou ridicularizem... o importante é que falem!"

Entendi perfeitamente o essencial "da coisa" e, não tendo estrelas Michelin para te oferecer, espero poder consolar-te com o meu aplauso...

Abraço!


Mª João

Elvira Carvalho disse...

Li o texto e os links com a costumada atenção. Mas não me ocorre nada de interessante para dizer. Acabo de descobrir que o sr. Trump castra a minha inspiração.
Abraço e um bom domingo.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Quem comeu
repetiu
e até se lambeu!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Que Trump não castre
a mente de quem o combate