18 junho, 2010

Saramago, uma lágrima e uma flor

O Mundo chora
Chora este Mundo
Chora o meu Mundo
Está mais indefeso,
agora...

Lágrima de sangue
escorre pelo Mundo,
pelo rosto
de todo o desgosto

Lágrima de sangue
A mesma que foi vertida
Pela minha Thémis
___________
Chora o Mundo?
Talvez, mas eu não
Ele deu-me esta flor
Que tenho sempre à mão