20 dezembro, 2013

Ou os humilhados e ofendidos lhes tapam os fundilhos, ou vem aí mais da mesma merda!



Depois de ter feito o serviço, as moscas foram-se revezando, perpetuando o nojo...curiosamente, a 23 de Março de 2011, o coiso-senador dizia a outro coiso para, por favor, não mudar as moscas protegendo a merda feita...

Desde essa data, tem havido merda à farta!

Conta-se tudo à laia da banda desenhada.
Assim:






Em 26 de Abril de 2011, auge da teoria das "inevitabilidades", abri concurso e todas as sugestões tinham cabimento... A merda exposta era já uma enorme bosta... Estiveram, então, presentes todas as moscas-presidentes! 

Em 20 de Setembro de 2012, o Conselho de Estado reuniu as moscas (quase) todas: a merda tinha que ser mantida. Era preciso mudar, mas... mas pouco,  para que tudo continuasse na mesma...
Ou lhes tapam os fundilhos, ou a malta herda mais merda!