04 março, 2016

A arte é uma forma de forçar a realidade, de a precipitar ou de fazer acontecer a vida...

 
Acontece trazermos há muito tempo definições dentro de nós pejadas de sentimentos e não nos atrevemos a explicitá-las. Faltam-nos exemplos. Ou falta-nos simplesmente a oportunidade de colocar o tema. Aconteceu que o exemplo e a oportunidade se reuniram num só momento. Arte? Arte é isto: uma forma de forçar a realidade, de a precipitar ou de fazer acontecer a vida... ou até nos aproximar da morte.
(obrigado Fê Blue-bird)

13 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Vi-o esta noite. Muito bom. Que dizer mais? O Rogério já disse tudo.
Um abraço e bom fim de semana

Janita disse...

Não sei até que ponto a Arte pode ter esse poder que o Rogério lhe atribui.
Mas que a visão deste filme me encheu a alma de um enlevo e ternura enormes, lá isso encheu!...
Parabéns à nossa Amiga Fê Blue Bird, que o inspirou e já hoje me comoveu!

Beijinhos para ambos! :)

Olívia disse...

Penso que a conheço. É a Fada Oriana que continua a fazer milagres, para poder recuperar as asas. Lembro que estas lhe foram retiradas por que o peixe a fez admirar-se no espelho da água e esquecer que tinha uma floresta para cuidar...

A Arte é fazer milagres com mãos e coração de gente (normal).

Um beijo

Lídia

Rogerio G. V. Pereira disse...

Nunca consigo dizer tudo, ajudou-me o exemplo

Rogerio G. V. Pereira disse...

A arte não tem esse poder que eu lhe atribuo
tem mais
talvez seja um tanto mais lenta
do que o vídeo apresenta

Beijinhos de ambos :))

Rogerio G. V. Pereira disse...

Sophia devia de gostar da minha definição...

Um beijo, Lídia

Majo disse...

~~~
~ Belíssimo!

Bom fim de semana, Rogério.

Anónimo disse...

Penso que sim, Rogério... a Sophia teria gostado da tua definição, bem como da Lídia :)

A minha fica em forma de pergunta;

Como poderíamos separá-la - à Arte - do conceito de humanidade se está tão, mas tão profundamente ligada à nossa natureza?

Abraço grande!


Maria João

Rogerio G. V. Pereira disse...

Maria João,

Neste momento
e desde há muito tempo
a natureza humana
não me merece grande confiança

Rogerio G. V. Pereira disse...

É, não é?
Enviou-me a Fê!

Anónimo disse...

... nem a mim, desde há muito, como acontece contigo... mas a nossa natureza é humana também, como podemos condená-la de vez?

Passo a vida a senti-la e a analisá-la... tal como tu, encontro-lhe
mil e uma tendências que, para mim, são profundamente condenáveis e, logo a seguir, mil e uma outras, profundamente belas...

Escrevo para ela, por ela, com ela... como posso condená-la? Como?

Mª João

Rogerio G. V. Pereira disse...

Eu sei! Eu sei!
Mas a natureza humana é aquilo que fizermos dela

Fê blue bird disse...

Quando vi este vídeo, senti aquilo que o meu amigo definiu tão bem.
A arte para mim é a vida que idealizamos e que não temos. Na arte podemos ser tudo, alcançar tudo e desejar tudo.

Um beijinho