07 março, 2016

Cavaco? Que se esfume!

Tem por máxima este espaço que o verdadeiro protagonismo (da História) pertence ao povo. O protagonismo não inclui qualquer julgamento do seu rumo, do seu sentido. Por isso, a regressão civilizacional à sua permissividade se deve imputar... até que acorde.