07 março, 2016

Cavaco? Que se esfume!

Tem por máxima este espaço que o verdadeiro protagonismo (da História) pertence ao povo. O protagonismo não inclui qualquer julgamento do seu rumo, do seu sentido. Por isso, a regressão civilizacional à sua permissividade se deve imputar... até que acorde.

4 comentários:

Elvira Carvalho disse...

E o dia 9 que nunca mais chega.
Abraço e uma boa semana

Anónimo disse...

Sem dúvida..."ma non troppo"! Ainada ecoa nos nossos castigados ouvidos ouvidos - e bolsos... - o refrão da velha cantiga que diz que fomos os culpados da crise, porque gastámos demais, e, logo a seguir, os responsáveis pela não recuperação económica, porque gastámos de menos...

Quanto ao senhor da fotografia... que se esfume!


Abraço!


Maria João

ematejoca disse...

O Anibal se desfez como se fosse fumo...

Agostinho disse...

Já vai tarde.