15 março, 2016

... e o estranho é haver quem diga que a imprensa é uma merda, paga-la e depois ir opinar com base na merda que leu


Quando lê, ou alguém lhe diz porque foi ele a ler, que o Grupo Impresa (SIC e Expresso) que se saiba já se desenvencilhou de cerca de 60 jornalistas, você conclui que a imprensa está em crise. 
Quando lê, ou alguém lhe comentou porque foi ele quem leu, que o jornal Público abriu um programa de rescisões voluntárias e que a  administração enviou uma carta aos trabalhadores, na qual fala nas dificuldades de viabilidade do jornal, você confirma que a imprensa está mesmo em crise e que, se assim é, passou a considerar justa a luta dos trabalhadores do Jornal Económico ao fazerem greve por salários em atraso... 
No dia seguinte, você confirma a a impressão de que a crise está mesmo para durar pois  grassa, por todo o lado, o trabalho precário
Você, pelo que ouve e lê, já não tem qualquer dúvida, a imprensa está na merda.
Está na merda toda a imprensa, a falada, a escrita e a que se vê. 
Mas... cuidado porque pode estar enganado. Na merda pode estar é...você!  

A propósito... já leu o "Jornal Tornado" hoje?