15 dezembro, 2018

Jovens e cidadania

PERGUNTO-ME SE NO FUTURO 

Pergunto-me se no futuro,
teremos pés para andar.

Pergunto-me se no futuro
Teremos rios, mares, oceanos
E o simples ato de respirar ar puro
Ou se nada disto restará com o passar dos anos

Pergunto-me se haverá chuva,
Brisa de sol, luar
Ou é a esperança já
O último peixe no mar?

Pergunto-me se no futuro
Eles poderão correr,
E se a água do mar
Virá beijar
Os nossos pés descalços na areia.
Pergunto-me se haverá espaço
Para tanto ego
E lugar para um pequeno passo

Pergunto-me quem sou?
De que modo me olham?
Como sou visto?
Mas a pessoa que sou
Depende do que faça
Com tudo isto.

Depende de assegurar a terra
A quem só pisa os sonhos
Depende de enterrar a guerra
Debaixo de outra terra
E deixar lá incêndios e incendiários
Bombistas e generais
Canas de pesca, caçadores, aviários
Petroleiros naufragados Outros tipos de partidários
E destruidores de corais

Pergunto-me se no futuro queremos sequer ter a vida
E se há bons ou maus.
Pergunto-me qual é o meu papel nesta enxurrada
Se há ordem no caos?
Se há ordem no nada?

Pergunto-me se no futuro,
Teremos um futuro

Miguel Partidário
Poema por ele escrito e aqui declamado

4 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Muitas e sábias interrogações.
Gostei de ler
espero que esteja bem. Eu continuo envolta em nevoeiro embora um pouco menos denso.
Abraço

Larissa Santos disse...

Um futuro com interrogações, é o que temos :))

Do nosso amigo Gil António, com : Flor de Linho de Amor Vestida - "" Poetizando e Encantando ""

Bjos
Votos de um óptimo fim-de-semana

Maria João Brito de Sousa disse...

Foi excelente, o resultado do teu trabalho de reportagem, Rogério, e foi para mim um prazer poder rever a activa e muito lúcida participação destes jovens alunos do ensino secundário.

Para o Miguel Partidário segue um abraço especial e muito grato por, posteriormente, ter feito o favor de tão magistralmente dizer um poema de minha autoria.

Para ti, o forte abraço de sempre.

Unknown disse...

Eu fico com mais esperança no futuro. Estes jovens vão fazer a diferença na sociedade, alias já fazem a diferença.