29 maio, 2019

Razões para uma tão elevada abstenção - I


Diz um comentador-analista encartado, depois de ter situado que Portugal figura no top 4 dos países abstencionistas, que a explicação para a altíssima abstenção de hoje é pouco dignificante, mas relativamente fácil de identificar: falta de civismo e cultura de desresponsabilização individual. 

Admitindo que tenha razão, terá dito o óbvio que é aquilo que os comentadores-analistas encartados sabem dizer quando são chamados a dizer qualquer coisa. Teria sido útil se tivesse alertado para a tendência e aberto a discussão questionando: a que se deve a falta de civismo expresso pela alienação do uso da cidadania? Porquê a crescente tendência para a desresponsabilização do cidadão?

Posts seguintes:
- Falha a educação para a cidadania?
- O 4º poder corrói os pilares da Democracia?
- Os políticos são mesmo todos iguais? 

5 comentários:

ematejoca disse...

Um familiar portuênse queria votar, mas depois de estar uma hora na bicha resolveu ir para casa. Tem de haver mais locais, onde se possa votar, sem esperar horas.

Não sei como foi no Consulado Português, porque desta vez, votei a dois minutos da minha casa, onde não havia bichas, embora aqui em DÜSSELDORF houvesse 69,9% de votantes.

Vamos lá ver nas legislativas (dessa vez, voto num partido português) se há melhor resultado para o CDU, que desta vez, teve poucos mais votos do que o PAN.

Elvira Carvalho disse...

Não sei porque os portugueses não votam. Sei que é uma grande falta de respeito pelos que lutaram, alguns até à morte para que tivéssemos o direito a votar livremente. Entrámos na Escola Secundária de Santo André, onde estavam as mesas de voto às 9,45. No átrio estavam duas pessoas a consultar as listas. Não visitei outras salas senão aquela em que votámos, e que nas três mesas de voto, 22/23/24, não havia uma única pessoa, além dos elementos das mesas. Eu votei na 24 o marido na 23. E viemos embora sem ver mais ninguém.
Abraço

pvnam disse...

A elite financeira, e seus mercenários, são a NOVA PIDE.
.
.
--» Os Partidos do Sistema (e os Media do Sistema) são financiados por pessoal que..... possui investimentos ávidos de mão-de-obra servil ao desbarato.
.
--» Em consequência disso os Partidos do Sistema (e os Media do Sistema) destilam ódio/intolerância para com Intenções Identitárias:
- eles não se limitam a ser globalistas, eles não suportam a existência de povos autóctones a sobreviver pacatamente no planeta; isto é: eles não respeitam NEM a diversidade, NEM a justiça social, NEM os povos de menor pegada ecológica.
.
--» Ora, de facto, o pessoal dos partidos do sistema em conluio com a alta finança, e em conluio com migrantes que se consideram seres superiores no caos... não falam na introdução da Taxa-Tobin como forma de ajudar os mais pobres... querem é que a ajuda aos mais pobres seja feita através da degradação das condições de trabalho da mão-de-obra servil.
.
--» Mais: migrantes naturalizados são contra o separatismo-50-50... com o efeito, o seu problema não é a integração... com a sua demografia imparável em relação aos nativos, o seu problema é serem Donos Disto Tudo.
.
.
.
.
A luta pela Sobrevivência duma Identidade não é uma coisa de 'acção partidária'... tem de ser sim... um Movimento Suprapartidário.
.
MOVIMENTO-50-50
-» respeito pela Diversidade;
-» respeito pela Justiça Social;
-» respeito pelos Povos de Menor Pegada-Ecológica
.
-»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/

Maria João Brito de Sousa disse...

Sim, decerto haverá falhas na educação para a cidadania e não tenho a menor dúvida de que o 4º poder pode abalar os pilares da Democracia, mas os políticos, esses, NÃO são "todos iguais".

Abraço

Larissa Santos disse...

Para mim falta de informação, digo eu...


Hoje:-Amanhecer, na solidão dum olhar.

Bjos
Votos de uma óptima Quinta-Feira