31 agosto, 2010

Há quem mantenha os seus hinos e não hipoteque as canções...


... "E se a reconhecida Carvalhesa será no início de Setembro tocada por orquestras sinfónicas, "a maioria dos militantes nem os hinos dos partidos conhece",(...) "a importância da música tem vindo a diminuir. O maior corte foi "nos anos 80, com a profissionalização dos partidos, passaram a ser as agências de comunicação a escolher as músicas, que já nem sequer tem uma componente ideológica"

A legenda foi retirada do texto do DN que merece leitura atenta e alguma reflexão. Sublinho apenas "as agências de comunicação" recomendaram Vangelis e musica de filmes, tipo "Now we are free" ou até música "pimba". Assim, o marketing eleitoral empurra para os alto falantes, falas que nos são distantes ou falsas. Mas isto não é assim em toda a linha... estão aparecendo novas canções e há quem as abraçe, promova e com elas se comova, sentindo-se mais português!

E, não tendo dito ainda, sempre vos vou dizendo que há partidos que se mantêm fiéis à música de raiz popular e aos seus hinos. Não acreditam? Podem ir à Quinta da Atalaia, dias 3, 4 e 5 de Setembro, a uma Festa com nome de hino, ouvir e ver outros hinos que, a mim, me fazem sentir inteirinho dentro deles...

15 comentários:

Ana Martins disse...

Boa noite Rogério,
nunca lá fui mas a Quinta da Atalaia é conhecida pela sua boa fama.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

folha seca disse...

Caro Rogério

Excelente mais este post.
Duma forma descomplexada e sem preconceiteitos o meu caro chama aqui a Festa do Avante. Goste-se muito, pouco ou nada do PCP, este partido promove há mais de 30 anos um dos maiores e melhores acontecimentos culturais do nosso País. Mas se a musica tem uma componente importante, não fica só por aí, há muitas outras actividades de grande importância de facto a ser vistas e ouvidas pelos Comunistas mas não só.
Aliás muitos dos visitantes não têm nada a ver com O PCP, vão lá pela sua grande atracção cultural e gastronómica e pelo ambiente que se respira.
Eu só não vou porque há umas pecinhas que me enfiaram na coronária que me aconselham a não me meter em grandes alhadas.
Abraço

donatien alphonse françois disse...

Bom dia!

Lídia Borges disse...

(...)"já nem sequer tem uma componente ideológica"

Li há pouco, num certo semanário que José Saramago terá sido o último escritor comprometido com uma ideologia, que os escritores da nova vaga(eram apontados alguns) distanciam-se dessa componente.
Fiquei confusa porque sempre pensei que a arte nascia na "alma", mas afinal... Parece que agora, nasce nas mãos de quem dá mais.
Todas referências musicais aqui apontadas encontram eco no meu gosto.

Agradeço a réplica deixada nas "Searas"

Obrigada!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já o disse noutro local e repito aqui. É com muita pena que este ano lá não vou estar. Goste-se ou não do PCP, a Festa do "Avante" é um evento ímpar no panorama cultural do nosso país.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Volto só para acrescentar que fui à primeira Festa do Avante acompanhado de alguns amigos, entre os quais se encontrava um destacado quadro do CDS da época. Não foi lá fazer frete, foi por gostos. Mas os tempos eram outros e a febre anti-comunista ainda não se tinha instalado na sociedade portuguesa com o vigor com que hoje grassa por aí.

maiuka disse...

Rogério,
Tenho ido. Mas sou muito irregular. Por exemplo há 3 anos que não vou. Mas este ano vai ter de ser, também graças a si que me estimulou a ir...

Beijo

Rogério Pereira disse...

Ana
Como pode compreender
tenho pena...
Tenho pena que todos os poetas não possam experimentar o sabor de lá estar.
Não há palavras que lho contem...

Beijo

Rogério Pereira disse...

Folha Seca,
Acho bem que se proteja...

... acho que o seu comentário é um registo que testemunha de forma isenta tudo o que eu poderia dizer...

Abraço Amigo

Rogério Pereira disse...

donatien

Obrigado pela sua visita...

Abraço

Rogério Pereira disse...

Cara Lídia,

É sempre um prazer ler o que escreve. Se lhe agradam as minhas "Réplicas" sinto-me encorajado a continua-las...

Quanto ao comentário... ele merece um post. Fá-lo-ei, prometo!

Abraço

Rogério Pereira disse...

Caro Carlos, tenho pena que não possa...

Quanto ao anti-comunismo que grassa por aí, deixe que lhe diga que já não é primário. Teve evolução relevante. Leu as 10 estratégias da manipulação. Logo edito mais uma. Tem resultado até aqui...

Abraço

Rogério Pereira disse...


Maiuka

Por certo gostará...

Beijo

Tite disse...

Quem lá vai gosta sempre independentemente de ser político comprometido ou não.

Só não gosto de lá ir com chuva pois há muito que ver e apanhar chuva não é o meu forte.

Gosto do ambiente.
Gosto do convívio.
Gosto do ar que se respira.
Gosto da cultura gastronómica nacional e estrangeira.
Gosto dos sons que ouvimos espalhados pelos diversos palcos.
Gosto de comprar obras assinadas pelos seus autores a preços muito acessíveis.
Enfim... gosto!

Abraços querido Rogério

Tite disse...

Olha que a música, no fim diz 7, 8 e 9 de Setembro, logo isto não é deste ano.

Naturalmente não tens a promoção deste ano.

Ciao!