24 abril, 2011

É dia de Páscoa. Hoje não há homilia (citando Saramago)

.
Tudo o que é físico, visceral e orgânico tem regras
A nossa natureza ditou-as
---------------e o jogo continua
Todos os cinco sentidos obedecem
ao jogo determinado
ao apelo do olhar, ao chamamento do momento
Oferecer amêndoas
cumprindo a regra da quadra
é uma fuga ao jogo sem regras
Por isso, toque na oferta
pois a regra é tirar uma
e a regra do saborear
faz parte deste jogo manso
A alma?------Ah, meus amigos
se ela existe, vive na excepção
A minha, em cada momento
determina seus actos, contrariando todas as regras

.
Para a Gisa, inspirado pelo seu desafio
Estranhem o que não for estranho. Tomem por inexplicável o habitual. Sintam-se perplexos ante o cotidiano. Tratem de achar um remédio para o abuso. Mas não se esqueçam de que o abuso é sempre a regra
Bertolt Brecht

16 comentários:

carol disse...

Muito boa escolha a do poema de Brecht. E, claro está, muito bom o seu texto, Rogério!

Boas amêndoas!

Manuela disse...

Amigo Rogério, cá vai uma no bolso e outra na mão! Obrigada e bom Domingo de Páscoa :)

folha seca disse...

Caro Rogério
Amendoas agradeço mas a minha glicémia desanconselha, apesar de não ter resistido a um pedaço de folar cozido em forno a lenha "perdoa-se o mal que faz pelo bem que sabe"
Só lhe queria mandar um abraço.
Continuação de boa pascoa e pedir-lhe um favor. Caso se mantenha a ideia de depositar um cravo nas escadarias da A. Republica, leve mais um , muito me honraria. Não é por nada. É que por aqui o 25 de Abril comemora-se durante a noite e a madrugada. Se sentisse que faria falta, era uma directa, mas parece que a iniciativa não foi de grande êxito. É assim mas a razão... não deixa de ser razão.
Abraço

Long Haired Lady disse...

e as regras que existem para não cumpri-las...

Rosa dos Ventos disse...

Já saboreei a amêndoa e o poema!

Abraço

Ana Brito disse...

Caro Rogério Pereira
Tenho andado afastada devido à azáfama da minha vida académica, mas estou atenta aos seus post's...sempre críticos,oportunos, pertinentes e acutilantes.
Excelente escolha...este poema... e com ele...desejo-lhe uma Pácoa Feliz e muito amendoada...
Um abraço amigo :)
Ana Brito

jrd disse...

Vamos pois cumprir a regra. Vamos abusar de amêndoas.
Abraço

São disse...

Como não é de boa educação falar de boca cheia, aqui lhe deixo abraços amendoados e agradecidos.

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Quem resiste a estas amêndoas :D
Até a caixa é linda e cuidada, como são sempre aliás as suas escolhas.
A minha amêndoa para si é este outro pensamento de Brecht

Os que lutam

"Há aqueles que lutam um dia; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam muitos dias; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos; e são melhores ainda;
Porém há aqueles que lutam toda a vida; esses são os imprescindíveis."

beijinhos

Filoxera disse...

Uma verdadeira surpresa, este post. Das boas...
Beijinhos.

acácia rubra disse...

Tirei duas amêndoas...

Fiz mal?

Beijo

dja disse...

Deliciosas amêndoas.


ótima semana pra vc Rogerio
Carinho sempre.

Adorei o seu Mandrake lá na Gisa rsss

Helga disse...

Apesar de achar que as tradições há muito deixaram de ser tradicionais, tiro uma sim senhor, pois sou muito gulosa.

Um beijinho e obrigada :)

Luís Coelho disse...

Bom dia Rogério
Pode ser uma conversa avinagrada mas as amêndoas são deliciosas.
Nestes dias perdi-me, mas hoje vou continuar seguindo as boas regras cá de casa. Coisas doces sem açúcar.

25 de Abril Portugal
Esperança amordaçada
Politica desengonçada
Sepultando-nos no vale
Da injustiça social
Incompetência total

mdsol disse...

O meu bom dia é o tesouro

ematejoca disse...

A Excepção e a Regra é mais um dos poemas do nosso grande Bert.

Gostei também do texto-poema do Rogério e da linda imagem, em suma, gostei deste post sem vinagre e sem política portuguesa, uma vez que o poema do Brecht é extremamente político... há sempre uma nuance política em tudo que o amigo publica.