06 abril, 2011

Interregno para coisas muito más...


"Desculpem lá a minha insistência... mas portanto, como vemos, o Parlamento, os deputados em geral e a oposição em particular, já não respondem perante o os eleitores e os restantes cidadãos. Os partidos políticos e os seus dirigentes, já não respondem perante os seus militantes e simpatizantes. Agora, respondemos todos perante as agências de extorsão! Ou diretamente... ou através da sua agente para a Europa, a frau Angela Merkel. Vá lá!… Agora digam-me que sou um exagerado, se afirmar que o capitalismo é um crime, que esta “liberdade” é precária e que esta "democracia" é uma farsa!"

Post integralmente retirado deste outro lado

________________________________________________________________________________________

Fora do paradigma da inevitabilidade e da cedência da soberania, erguem-se vozes com outras soluções. Mas, embora secundadas, ou são omitidas ou qualificadas como: não credíveis; irrealistas; extremistas; radicais e outras coisas mais...

17 comentários:

carol disse...

Um ultraje, Rogério! Uma autêntica conspiração!
Mas, não se esqueça: "a democracia (apesar de tudo) é o pior dos sistemas políticos com excepção dos outros todos."

Rogério Pereira disse...

Carol, Acrescentei uma nota que, suponho, não terá lido...

Quanto à Democracia, lembro a minha última homilia:

"O grande mal que pode acontecer às democracias — e penso que todas elas sofrem em maior ou menor grau dessa doença — é viverem da aparência. Isto é, desde que funcionem os partidos, a liberdade de expressão, no seu sentido mais directo e imediato, o Governo, os tribunais, a chefia do Estado, desde que tudo isto pareça funcionar harmonicamente, e haja eleições e toda a gente vote, as pessoas preocupam-se pouco com procedimentos gravemente antidemocráticos. " José Saramago, in "Democracia aparente/Outros Cadernos"

folha seca disse...

Caro Rogério
Apesar de gostar mais do Samuel a cantar, de vez em quando visito o "Cantigueiro". "Amuei" porque um dia fiz-lhe um comentário com respeito e a resposta foi sem respeito nenhum. Depois foi uma chuva de comentários desagradáveis. Até porque o meu nick presta-se a isso. Embora lhe tenha mandado um mail com a minha identificação completa e a relembrar-lhe sítios onde estivemos juntos, um dos quais pouco tempo antes nas comemorações do 80 anos do Zeca, no Porto.
Pronto. Mas desta vez tem razão.
Desculpe a extenção.
Abraço

Fada do bosque disse...

Bem dizia o Huxley que muita "soma", neste caso, Media e barriga cheia, dá moca. Parece que o efeito acabou e começa tudo a entrar no mundo real!
Tá tudo negro como demonstra este excelente artigo neste excelente blogue:

Gisa disse...

Como se pode compreender democracia sem ouvir todas as vozes?
Um grande bj querido amigo

ariel disse...

Rogério, hoje é um dia triste muito triste mesmo.

flor de jasmim disse...

É aqui que se fala de Democracia???
Triste sina se o que está acontecer se é democrático.

Fada do bosque disse...

Para quem quiser saber quando acabou a Democracia, se é que alguma vez existiu em Portugal... O Fim Da Democracia

Fada do bosque disse...

Ah... e claro... o Caso Camarate, de que fala esse link, voltou para a prateleira! Ouvi hoje na TSF... convém, não é verdade?

Isa GT disse...

No meio desta tragédia que os políticos andaram a construir, há mais de duas décadas, era bom que, finalmente, os portugueses pensassem, em não querer repetir as mesmas políticas. Espero que, mais uma vez, e à 3ª, os sacrifícios para pagar dívidas de desgovernados, não sejam, novamente, em vão. Endireitar as contas, recuperar a nossa soberania para depois voltar a esbanjar e não aplicar onde se deve... só de doidos.
O Dinheiro funciona sempre da mesma maneira, mal aplicado e esbanjado, dá sempre o mesmo mau resultado.

Bjos

dja disse...

Só desejo sorte a vcs Rogério.

Vai melhorar meu amigo, vc verá.


beijos.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Que esta democracia é uma farsa, á eu também venho afirmando há muito tempo, mas agora começo a pensar que vivemos num neo-fascismo comandado pelos exércitos sem rosto dos mercados financeiros.

Sylvia Rosa disse...

Democracia burlada!!!
Por aqui e por aí quem não ouviu falar em LULA, o sem terra que virou Presidente, agora na sucessão, DILMA RUSSEF. Amos não sairam da mídia buscando reeleição, e agora a eleição desta última! Pergunto, e agora? por onde andam? A nossa Presidente não aparece pra falar mais nada nem dar satisfação diante da inflação descontrolada. Penso que talvez seria melhor termos eleito um novato , ao menos não reiamos reeleger os mesmos ladrões e corruptos...
Abraços querido!

gota de vidro disse...

Muito interessante o teu blog e os teus pontos de vista que li atentamente.
Realmente tudo isto vai de mal a pior,mas também não sei quem será capaz de dar um jeito nestas situações fora do contexto.

Um excelente dia

bjitos da gota

A.Tapadinhas disse...

Não credíveis; irrealistas; extremistas; radicais e outras coisas mais...

Quando se exclui de uma situação todas as impossibilidades, o que sobrar, por mais improvável que pareça, deverá ser a verdade. Arthur Conan Doyle

Apagamos a palavra verdade e escrevemos, solução, para encontrar uma nova verdade!

Abraço,
António

FMF disse...

Por mim qualquer sistema é bom, desde que a população viva, no mínimo, razoavelmente. Não é pedir muito. Quando aqui se refere ao capitalismo deveria referir-se, na minha opinião, a "este capitalismo".
Digo isto porque no mesmo sistema existem povos a viver "razoavelmente".
Um abraço,

Rogério Pereira disse...

Meus caros e queridas

Vamos pensar em nossas vidas?

Sylvia,

Empresta-me seu Lula um bocado?
Ou ele já anda ocupado?

FMF

Refere-se à definição de ilha? Pequena porção de capitalismo bom cercada de capitalismo mau, em toda a volta?

Gota de Vidro,
não sei se o António Tapadinhas(que bem que pinta...) já não respondeu à pegunta que deixou no ar...