08 abril, 2011

Segreda-lhe a República: "Oh Zé, pensa um bocado, fora do quadrado!"

.

A República aconselha o "Zé Povinho" a pensar um bocadinho sobre cada lado do quadrado, não da parte de dentro mas sim do outro lado: do lado de fora do paradigma. Pediu um exemplo, e ela lho deu - admitindo poder haver outros. Sabendo de tudo um pouco, o "Zé", foi surpreendido com a Fábula dos Ratitos e dos Ratões. Veja as razões:



(*) Para quem o seu significado não saiba, clique lá, fica a saber disso à brava

17 comentários:

folha seca disse...

Caro Rogério
Para mim está claro que é ponto assente (não lhe digo porquê) que há coisas acertadas e devidamente patrocinadas (tambem não lhe digo por quem)ou seja o governo a saír das proximas eleições está pronto para entrar em funções e formada a devida coligação. Até lá é só fogacho para entreter o pessoal.
Quanto ao link. Já tinha lido. Vamos ver se o pagode percebe que há quem tenha soluções.
Abraço
P.S Não me visite hoje, pois vai ficar a pensar que qualquer coisa me fez mal.

Rogério Pereira disse...

O VISIONAMENTO DO VIDEO È OBRIGATÒRIO, pois tem (explicito) o único caminho que pode levar à esperança...

Eva Gonçalves disse...

O vídeo está muito giro sim senhor...quase me convenceu... o pior é que usualmente, os ratos eleitos por outros ratos, transformam-se por artes mágicas em gatos, pouco tempo depois... é a natureza "humana"... no seu pior. É verdade que as ideias não podem ser contidas, são contagiosas e podem ser desenvolvidas e espalhadas... e que é preciso mudar o paradigma, também é verdade, mas então que se mude completamente, sem recorrer a velhos paradigmas que comprovadamente, também não funcionam... Bom fim-de-semana

Rogério Pereira disse...

Eva

A poucos dos ratitos que foram eleitos tal ainda não aconteceu. Quanto ao resto... julgo que é exemplar de quanto é dificil falar... fora do quadrado.

manuel aldeias disse...

Coitado da Zé Povinho é pressionado por todos os lados.
Será que resiste à pressão?
O futuro o dirá.

Gisa disse...

O problema é que o Zé tem que querer ver fora do quadrado.
Um grnde bj querido amigo

Tite disse...

O Rogérito é pequeno mas pensa com um grande.

Olha querido amigo estou absolutamente de acordo com o pensamento da Eva.

Palavras para quê? Sempre que se muda o Paradigma os Poderosos reposicionam-se e dão-nos a volta de novo. Basta ler a História Universal.

Bom FdS

José disse...

Nós aqui ou é Rosas com espinhos, ou laranjas podres.
Somos mais parvos que os ratos.

Fê-blue bird disse...

Um vídeo excelente, agora pergunto eu, onde o meu amigo descobre estas coisas ? :)
Guardei para memória futura:

"O problema não era a cor dos gatos, o problema é que eram GATOS!"

"Pode-se prender uma homem, mas não se pode prender uma ideia! "

Beijinhos e bom fim de semana

flor de jasmim disse...

Desgraçado do Zé Povinho com tanta ratazana à sua volta, mas existem gatos sejam de qual a cor que se quizerem destróem-lhe o cerco.
beijo

jrd disse...

Excelente!
Chegou o tempo de os ratos elegerem os cães! Digo eu, não sei...

Lídia Borges disse...

Uma ideia!...
Que falta faz uma ideia nova.

L.B.

Ana Paula Fitas disse...

Rogério :)
Não percebo grande coisa do Facebook mas um comentário no A Nossa Candeia no post sobre a não suspensão do 25 de abril, anuncia que vai criar movimento para o efeito... os autores são Miguel Moreira e a companheira, nascidos em 1975, e ... pronto... quer tentar encontrar e divulgar?
Grande abraço :)

O Puma disse...

Por cá a malta quer musica

Vai ao jardim zoológico
mete uma moeda na tromba do elefante
e o animal toca o sino

com o aplauso da malta

Quando chegam a casa tesos mas a rir
dormem profundamente
até o FMI lhes retirar a moeda
e deixarem de ouvir o sino

Nesse dia que já é hoje
dirão mal do elefante
e alegre mente
irão votar noutro animal

Talvez num rato ou num gato
que na campanha eleitoral
não apareça de trombas

Abraço amigo

Rogério Pereira disse...

Ana Paula Fitas,

Farei o que me pede!

Puma,

elejo seu comentário para´um meu próximo post...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O povo está satisfeito com o 2 CV. Só hesita na cor...

carol disse...

Gostei da metáfora. Mas eu gosto tanto de gatos que até me fez pena vê-los fazer de maus da fita...