14 janeiro, 2012

Guma Kimbanda

Já transformei, em tempos, este meu espaço em galeria de quem me pintou lugares de infância e, também, de quem desenhou figuras que me povoaram (e povoam) a mente. Para o trabalho de Guma opto por coisa diferente. Faço convite a que o visite. Porquê? Porque ele pintou parte da minha memória. Visite Guma e delicie-se, também, com as palavras que lá tem... Vá à Serra da Leba... Não precisa me agradecer. Vá, vá lá ver...
««»»-««<>»»-««»»
.
a escuridão vestiu o céu 
os astros trocam de lugar 
dançando 
e cantando à capela 
ecos de imensidão . 
.
uma pequena estrela 
longínqua e sem graça 
voltou a brilhar 
imune ao tempo que passa 
-reflectindo o beijo nela-
---------------------------Guma Kimbanda


Aqui as telas, se aconchegaram ao espaço... 
Tivesse eu parede e era assim que minha memória se arrumaria.


27 comentários:

  1. O Guma e os seus poemas e textos deliciosos. Deixam-me sempre um sabor de querer mais ou saber porquê a escuridão veste o céu todas a noites... e os astros bailam assim...

    ResponderEliminar
  2. Sim, conheço o espaço. Uma delícia. Vou voltar lá: grata por me lembrares. Ando atarefada com as aulas e as reuniões e tenho deixado de lado um pouco as minhas visitas. Peço desculpa.Vou tentar ser mais assídua até porque há aqui blogs com os quais me identifico, outros, como teu,com os quais me emriqueço e cresço como "pessoa"!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Faz bem em recomendar, Sei, porque sou seguidora há algum tempo.

    Um bom fim de semana, Rogério.

    ResponderEliminar
  4. .

    .

    . tenho por Guma uma admiração apreciável . não somente pelo grande artista que é . mas também pelo Ser Humano que se traduz em cada gesto . em cada lugar seu . e também nos nossos vários lugares .

    .

    . feliz pela consagração .

    .

    . um abraço .

    .

    .

    ResponderEliminar
  5. Intemporal,

    Não é "apenas" consagração. Para mim, não sendo a arte mercadoria...
    ...se a comprar ajuda quem a cria.

    ResponderEliminar
  6. Conheço o espaço e só tenho pena de não poder comprar... estou naquele limbo em que já só desejo... ir conseguindo pagar as despesas obrigatórias.

    Bjos

    ResponderEliminar
  7. Amigo Rogério:
    Gosto muito do Guma Kimbanda, pela pessoa maravilhosa que é.
    Talentoso, carinhoso e sincero em tudo o que escreve e pinta.
    Ajudar os amigos comprando a sua arte é algo que tenho pena de não poder fazer como gostaria.
    No entanto vou de novo lá espreitar.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Rogério

    Conheço a sensibilidade do, para mim, sempre Kimbanda. Ele foi um dos meus primeiros seguidores noutros blogues que eu tive e que, por motivos pessoais, tive de encerrar. Foi também no "acáciarubra" o meu segundo seguidor.

    É uma pessoa que verte a sua sensibilidade na forma como escreve, como pinta, como vive com os outros.

    Esta sua postagem é um público reconhecimento que o Rogério lhe faz. Ele merece-o.

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  9. Amigo Rogério!

    Felizmente há sensibilidade e gente como tu; generosa e de alma límpida, que sabe reconhecer um amigo e simultaneamente valorizar a sua obra, plástica e poética.

    O Guma merece, sem dúvida, mais do que uma visita. Merece-te!
    Obrigada.

    Fizeste excelentes escolhas. o Post está primoroso, embora o que mais me emocione seja a relevância dada à amizade que vos/nos une.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Arte, sensibilidade e palavras, uma envolvente propícia à amizade e ao reconhecimento.
    Gostei muito do espaço!
    abraço
    cvb

    ResponderEliminar
  11. Compartilho o espaço dentro da tua memória pintada, uma vez que a minha lá também figura.
    Um bj querido amigo

    ResponderEliminar
  12. Muito bonito!
    Obrigada.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. Meu Deus, obrigada por nos presenteares com a sugestão. Amei os acrílicos do Guma... também pinto, mas estou muito longe do razoável. Que inveja (boa)! :)

    ResponderEliminar
  14. Já fui visitar a Serra da Leba, e gostei bastante das telas que vi! Obrigado pela partilha amigo Rogério. :)

    ResponderEliminar
  15. nao conhecia mas adorei

    vou procurar mais

    Bjinhos
    Paula

    ResponderEliminar
  16. Oi Rogèrio,

    Belas!!
    Telas
    Palavras
    visita indicada.
    Obrigada.

    Respondendo tua pergunta
    o segredo do meu dia é esconder o segredo da noite..rs

    Beijo meu

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Olá Rogério.

    O Guma Kimbanda é um amigo muito especial para mim.
    Nele não existe apenas uma enorme sensibilidade artística e poética.
    É um ser humano admirável e excepcional. Alguém que quando se entrega, o faz com toda alma e sinceridade.

    Infelizmente, pessoas com ele nem sempre são compreendidas e recebem o justo reconhecimento.
    Por isso, me sinto tão feliz por ver o Rogério fazer-lhe esta merecida referência.

    Tenho o prazer de ter adquirido uma das suas telas mais belas, da qual muito me orgulho.

    Um beijinho para ambos e obrigada Rogério, por ter feito algo que só o enaltece.

    Janita

    ResponderEliminar
  19. É lá na Serra da leba
    que posso subir mais alto
    tendo o sol de mim mais perto,
    lendo escritos dar em saltos
    são noites cobertas de estrelas
    mantendo meus olhos despertos...
    Foi subindo aquela serra, que eu
    revi a primavera em minha marcha
    outonal, maravilhada com a extensão do céu deslizando sobre o mar num barquinho de papel...
    Por lá também vi o encanto, traduzido num olhar,
    velejando uma vida, palavras que
    dulcificam a magia do sonhar...
    Foi por lá naquela Serra que armei
    uma barraca e fixei minha morada
    mesmo do lado de cá...



    É na razão da mesma serra, que
    se encontra outras setas, recantos
    a direcionar, pois que lá há sintonia boas ondas noite e dia, entre falas prosear...

    Um prazer poder estar aqui e como todos a apreciar a tua belíssima postagem destinada ao nosso querido Guma que tem o poder de contagiar a todos que o lê no seus belos e sensitivos escritos...

    Também dizer que foi muito bom conhecer a sua nascente.
    Parabéns

    Abraços

    Livinha

    ResponderEliminar
  20. Caro Rogério
    Embora seguidor da "Serra da Leba" confesso que não sou um visitante assíduo. A falta de tempo (chapeu que serve para tudo)não me permite acompanhar com a regularidade alguns do excelentes blogues que há por aí. Fico-lhe muito grato pela chamada de atenção, garanto-lhe que neste Domingo dei uma volta e fiquei maravilhado.
    Um grande abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  21. Acabo de chagar, super esbaforida...rs! E gosto do que vejo e muito... Caramba!!
    Certamente voltarei aqui um montão de vezes, acredite...Isso é lindo...rs!!
    Bjs mis desde vitória.

    ResponderEliminar
  22. O pouco tempo que tenho dedicado à blogofera, deixa-me distante de recantos que têm o dom de engrandecer quem lá passa.
    É o caso deste ao qual ficarei mais atenta.

    Obrigada!

    L.B.

    ResponderEliminar
  23. Caro amigo Rogério,
    Numa fase um pouco conturbada por andar com as malambas de um lado para o outro e por isso não tenho andado nem pelo meu, nem pelos blogs amigos, me surpreendes desta forma solidária e de amigo, que senti e recebi, como um abraço forte e cheio de energia.
    Para ti e para todos os que me visitaram e prestaram seu tempo através desta tua postagem, fica um grato kandando e logo a vida mo permita, voltarei para vos ler e estar à vossa companhia que não dispenso.
    Para todos uma boa semana.
    Mais kandandos... Inté!

    ResponderEliminar
  24. Obrigada Rogério.

    Não andei por cá no fim de semana e só há pouco descobri, através de si este bonito espaço. Aliás, há pouco é como quem diz há cerca de meia hora ou mais, pois fiquei-me por lá a passear entre textos, pinturas e fotografias. Estas telas que escolheu são lindíssimas, mas por lá há muitas mais, o conto de Natal disse-me como a si de um tempo que volta e as fotografias são as de uma alma que capta a sensibilidade mais profunda das coisas da vida.

    Vou voltar e sinto-me grata por me lá levar, aliás tenho a sensação que já não é a primeira vez que o faz.

    Beijos, com amizade.

    P.S. A minha leitura continuou este fim de semana por terras de Angola, em 1969, durante, em permanência e de regresso de uma viagem de Expresso a Leiria, onde encontrei na Sexta-Feira à noite a conversa improvável entre Marcelo Rebelo de Sousa e Ricardo Araújo Pereira e sem que o tivesse procurado e nem imaginasse acabei no Sábado numa Livraria a ouvir Mário Soares num lançamento do seu último livro. Do livro pouco falou, mas falaram todos das desgraças da Europa e de esperanças, algumas.
    Quem gostei mesmo de ouvir foi o Ricardo, sempre com um humor contundente, :)

    ResponderEliminar
  25. as telas

    aconchegam-nos e são belas!

    um abraço

    manuela

    ResponderEliminar