12 janeiro, 2012

A honra de figurar...

A antologia, onde estou e antes de estar não sabia...
Concorri com três textos e um foi seleccionado. Concorri porque achei a ideia bonita. Porque uma antologia assim era uma iniciativa simpática. Porque me dar a ler é uma obrigação que tenho de ter, a partir da altura em que aceitei escrever... Só espero é que me leiam aí, como no livro em que tal página está inserida:  como um testemunho, um bocado da minha vida, do meu... do nosso passado.... .

16 comentários:

Luís Coelho disse...

Sei que já está à venda e até o Folha Seca se disponibilizou para me emprestar o teu livro.
Haverei de lá chegar.
Nesta altura tenho trabalho a mais e tempo a menos... O que me vale é levantar-me cedo e poder passar por aqui deixando uma palavra amiga aos meus amigos.

Deixo um abraço e votos de que o teu esforço e testemunho seja um êxito.

BlueShell disse...

Muito, mas muito bem...Parabéns , homem.

Bj

OceanoAzul.Sonhos disse...

Parabéns Rogério! Ainda não tenho o seu livro mas faço questão de o adquirir, mas gostava com a sua assinatura e já agora com dedicatória :-)
Como conseguir?

Beijinho
CVB

folha seca disse...

Caro Rogério
Sem duvida que quem ler (e não precisa de ser tudo) o seu livro não pode deixar de lhe reconhecer o mérito que efectivamente tem. Acredito que "as almas que não foram fardadas" vão figurar no que de melhor se escreveu sobre aquele período negro da nossa história.
Parabéns
Abraço
Rodrigo

São disse...

Parabéns!

Rogério, eu quero comprar o seu livro, mas POR FAVOR não me envie para coisas internéticas, das quais nada entendo.

Se for possível, encontrar ouro meio , agradeço, Caso contrário , vou ter que aguardar até ao lançamento.

Tenha um óptimo dia.

Traçados sobre nós disse...

Caro Rogério:
Gostei de saber. Muitos parabéns!
J. Rodrigues Dias

Maria disse...

Há sempre uma surpresa à nossa espera...
Parabéns!

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Delicia ler aqui.
Bjins

intimidades disse...

parabens

mais uma vez nao posso comprar grr

Bjinhos
Paula

O Puma disse...

Lá estarei

com o meu abraço

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, só lhe posso dizer que para nós também é uma honra poder usufruir de um bocado tão importante da sua vida.

beijinhos e PARABÉNS!

acácia rubra disse...

Então Rogério?

Anda-se assim por páginas e páginas de livros e só agora anuncia?

Olhe o seu, já não é meu. Ofereci-o.

Agora tenho de mandar vir outro.

PARABÉNS!

Beijo

BRANCAMAR disse...

Parabéns Rogério.

Dizes bem " do meu... do nosso passado....".

Vou a meio do livro, a minha leitura é lenta e pausada, recordando a cada passo um outro tempo, em que escrevi diáriamente aerogramas durante toda a minha juventude, a primos, amigos, colegas de escola, etc. Os já velhos e reformados carteiros da minha rua conhecem-me como se fosse da sua família.

Nâo faltavam emoções todos os dias, quer pelas notícias, quer pela precaridade da vida das famílias por cá, da saudade e da dôr. Felizmente todos os que me foram próximos regressaram, mas muito perto, no Quartel da Serra do Pilar, em Vila Nova de Gaia, todos os dias chegavam dezenas de corpos dos filhos das gentes do Norte.

São muito importantes estas memórias e estes escritas, porque ninguém tem feito a verdadeira e exaustiva História dessa guerra, as feridas são muito recentes e penso que só agora ou mais tarde, à distância, tal como o fizeste agora se levantarão os verdadeiros testemunhos.

Talvez um dia destes transcreva um texto de um amigo e professor da minha filha que esteve também em Angola e tem algumas interessantes memórias escritas há alguns anos, memórias dos primeiros dias de regresso com fantasmas dos dias passados, o contraste entre a calma da cidade e o tumulto da guerra, a readaptação a um novo tempo.

Quando acabar o teu livro falarei mais de todas as minhas emoções.
Até talvez faça uns posts com diversos testemunhos, de diversos autores, :), talvez te reconcilie com Lobo Antunes, também um marcado e revoltado "combatente" no interior de Angola, :))))

Beijinhos
Branca

Ana Tapadas disse...

MUitos parabéns.
O estilo próprio e a vivência no espaço, de certeza, serão um sucesso.

bjs

Maria João Brito de Sousa disse...

:) Parabéns, Rogério!

Lídia Borges disse...

Ah!... Mas isto é uma BOA notícia.


PARABÉNS!

Um beijo meu