18 março, 2011

Amanhã estará maior a lua e também cheia, estará a rua

.
Por aquilo que se disse
a semana passada
Por aquilo que diz o poema
de tudo valer a pena
Pelo sentir da voz cantada
Pela revolta ordeira, organizada
e comprometida
Pela justiça, pela vida,
também pela esperança,
porque disso esperar, minha alma
nunca me cansa
Porque a raiva contida e calada
não leva a nada
E porque amanhã está cheia a lua
que se encha também a rua

--
Gritarei as palavras de ordem que me derem