10 março, 2011

A Dª Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar (1)

As vizinhas, do prédio do Rogérito, comentam a vida em tom aflito

Vizinha do 4º andar – Olá Dª Esmeralda, venha aqui um bocadinho, pus a galinha a cozer e ainda vai demorar. O senhor João agora vende. Esta está fora do prazo, mas não adianta reclamar…
Dª Esmeralda – Olá vizinha, por acaso também tenho galinha. Comprada no senhor João, nessa mesma condição. Fica um bocadinho mais barato… É tudo um dinheirão…
Vizinha do 4º andar
– Então o que me diz ao discurso do coiso? Olhe que até me dói a cabeça de tanto pensar…
Dª Esmeralda – Pensar? Julga então que era a si que se referia com aquela de “termos de sair da letargia”?
Vizinha do 4º andar – Então era a quem? E o sobressalto cívico, não era a nós também?
Dª Esmeralda – Aquilo é guerra entre os boys de cada lado ou então para não ficar calado. Está a ver então, o coiso apelar a nova revolução?
Vizinha do 4º andar – Que pena… Eu queria sair da letargia… entrar em sobressalto… cívico!
Rogérito (gritando do 3º andar) - Vizinhas, estão a deixar esturrar as galinhas!

14 comentários:

PRECIOSA disse...

Adorei! me senti morando nesse predio
Vizinhos são todos iguais
So muda de endereço rsrsrs
Abraços carinhoso
Preciosa Maria

Gisa disse...

Sair da letargia e entrar no sobressalto! Quanta mudança.
Um grande beijo querido amigo

folha seca disse...

O menino Rogérito devia saber que é "feio" escutar conversas alheias...só está perdoado porque salvou os jantares...
Abraço

Wanderley Elian Lima disse...

kkkkkkkkkkkkk, adorei o sobressalto cívico. Estou precisando de entrar em um.
Abração

Fê-blue bird disse...

Dava jeito ter assim um vizinho tão atento ao que se passa no país e na cozinha ;))

Beijos ao Rogérito :D

jrd disse...

O pior é que para os 'coisos', isto continua a ser canja, ninguém lhes dá da outra sopa...

Rogério Pereira disse...

Ah! ah! ah!

Quis fazer sorrir
e acabo por "morrer" a rir...
(o pior é a caja, que por acaso
é canja fora de prazo)

Luís Coelho disse...

Me desculpem meninos mas isto já me cheira a conversa de galinhas....
Deixem-nas esgravatar um pouco mais e poderão ver o coiso na sua postura...

Sandra disse...

ahahahah!!!!
Maravilhoso...

luisa disse...

As vizinhas não tiveram o tal sobressalto cívico, mas tiveram um esturricado. Não deixa de ser sobressalto :)

heretico disse...

quando sobressalto ainda a barraca cai...

abraços

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Qual é o poiso do coiso? No galinheiro, ou na loja do sr. João?

Mel de Carvalho disse...

E que vivam os Homens da Luta,
... letargia já basta. Prefiro pato com laranja e, para finalizar, uma aletria com canela à moda da casa...

Que bom que não tenho vizinhas "cá-cá-rá-cá". Vivo no campo onde as galinhas cantam, sempre que necessário, de forquilha em riste contra as ditaduras de poleiros ...

Bem-haja
Mel

O Puma disse...

Um dia o galinheiro

vai abaixo