12 março, 2011

Quem não foi à manifestação, aceita a inevitabilidade cantada na canção...

Há cumprimentos que sugerem posts. Cruzei-me com o João
e ele, como se dissesse olá, perguntou-me sorridente:
"É pela luta de classes ou pela luta de gerações?"
"Uma coisa não é separável da outra", dei-lhe por resposta
--



Escolha a versão: ele filho (em Londres) ou ele já pai (no Dubai)

"Como eu poderia tentar explicar,
quando o faço ele ignora
É sempre a mesma coisa,
a mesma velha história.
No momento em que eu pude falar,
fui obrigado a ouvir.
Agora há um caminho,
e eu seique eu tenho que ir embora,
eu sei que tenho que ir
"

-----------------------------------------------------------------Extracto de “Father and Son”/Cat Stevens

6 comentários:

dja disse...

Olá Rogério.

Deliciaaaaaaa heim
Adorooooo`

Ótimo fim de semana pra vc
Beijo.

Gisa disse...

Que ótimo começar o fim de semana assim!
Um grande bj querido amigo

O Puma disse...

Hoje aconteceu uma boa expressão

do descontentamento quase geral

Dia 19
lá estarei

Carla Farinazzi disse...

Oi Rogério!

Linda canção!
Como você está? Tudo bem?

Beijos

Carla

Rogério Pereira disse...

Puma,

O ensaio geral
Não correu mal

Dia 19, vai ser "a nove"

Dja, Gisa, Carla,
Amigas do outro lado do Atlantico, meu post de hoje tem a ver com o protesto inicialmente organizado pela juventude do meu país mas que acabou por juntar várias gerações. Os paais e os filhos rejeitam ter de encontrar futuro noutras paragens. Ficou em casa quem anda perdido num equivoco geracional, o que é tratado na canção. Podem saber mais aqui

Fê-blue bird disse...

Caro amigo.
Cat Stevens faz parte dos ídolos da minha juventude, ouvi-lo emociona-me sempre,e hoje esta sua excelente muito apropriada escolha ainda mais me emocionou.
Temos que os ver partir, e dói tanto, tanto... ( esta semana a minha filha confirmou-me o que já temia, vai para a Amazónia fazer a tese de mestrado, e quem sabe se não vai ficar por lá)
Tenho tanta pena que o nosso país não seja aquele que sonhámos para eles.

bjos