26 março, 2011

Redacções do Rogérito (4)

Tema de hoje: Flor de Jasmim

Eu gosto muito de flores de as ver nos montes e nas veredas ao lado ou misturadas com as azedas que dessas eu gosto até de mastigar e as outras não as apanho pois se as flores nascem num sítio são para lá ficar a embelezar a natureza em vêz de serem postas numa jarra em cima de qualquer mesa só não tenho a certeza de que deva ser assim pois hoje recebi um raminho de flores de jasmim dado pela dona Adélia que é muito querida e que é até muito parecida no dizer e na vida com a minha vizinha a dona Esmeralda pois as duas se queixam dos tempos e são parecidos os seus lamentos e ais e outras coisas mais e até nos maridos que se fartam de trabalhar e de dizer que a vida assim não pode ser e que é preciso mudar mas depois não tenho a certeza de aquilo serem só desabafos porque isto das pessoas falarem e depois fazerem vai uma distancia às vezes grande e eu acho que não estou a dúvidar só estou a comentar que essas pessoas boas que se queixam da vida são muitas imensas e tantas mas depois votam nos mesmos e até naqueles que dizem não terem outra saída do que lhes tramarem a vida deixando-a mais azeda que as azedas das minhas queridas e lindas veredas.

15 comentários:

Laços e Rendas de Nós disse...

Cá estou e desta vez sem fazer correcções porque elas são azedas e dão um trabalhão que estou há horas a fazê-las e também porque corrija eu ou não estes textos assim é que eles até têm graça que o momento não está para elas e se o não aproveitamos dizendo o que queremos e eles não querem ouvir e aceitar bem que ficamos com um amargo de boca não sei se me entende mas vou terminar com este comentário que sem vírgulas pontos e parágrafos me está a baralhar e daqui a nada se o torno a ler ainda o apago bom domingo beijo

Turista disse...

Querido Rogérito, eu também gosto muito das flores que a D. Adélia me deu.
Se callhar estás a pensar mal, então as pessoas são tão burras que vão votar duas vezes, no mesmo mal? Achas...nã ;)
Beijinhos

Dja disse...

Oie Rogério

Vamos torcer pra que dessa vez seja diferente... quem sabe

Beijos e um ótimo fim de semana, carinho no seu coração.

Isa GT disse...

Há coisas que até morrer eu nunca vou perceber e esta, já desisti... nem que fosse por castigo... mas aí, pior emenda que o soneto... a memória sempre curta e parece uma pescadinha de rabo na boca.
Talvez seja culpa daquele velho e estúpido ditado popular que se deve ter entranhado no ADN português... aquele do... quanto mais me bates...

Bjos

Manuel Veiga disse...

saborosas as azedas. e estamos no tempo delas...

belo passeio (da memória) a que tuas palavras me trsnportam...

abraço

Fernanda Maria disse...

Tenho que ir conhecer a D. Adélia ;)
Até já!

Bjos

Rogério G.V. Pereira disse...

Os putos são atrevidos
e... distraídos
(O Rogérito esqueceu-se do link à Flor de Jasmim)

Fernanda Maria disse...

Pois é ando à procura e não vejo nada :(

Valéria Russo disse...

AMIGO ROGÉRIO..
AMO JASMIMS E POR VEZ OU OUTRA COMO UMAS FLORES TB.
COMO DIZ O DITADO CADA LOUCO COM SUA MANIA.RSRS
TENHA UM DOMINGO ESPECIAL.
BJUIVOS NO CORAÇÃO.
PS: AMEI A FOTO, ERAS UM GURI BEM BONITINHO.RSR

Unknown disse...

Um texto interessante feito de palavras simples.
Flores amargas que vamos mastigando nas ilusões que nos oferecem....

Será que vamos voltar a ser sempre castigados ... e sempre pelos mesmos...?

folha seca disse...

Sacana do Puto, meti-me com ele e ele agora vinga-se. Mas não foi capaz de responder a uma simples equação que lhe deixei na redacção anterior. Já parece a guerra da contagem dos votos no sporting. Lá vai haver uma desculpa qualquer.

Rogério G.V. Pereira disse...

Acho que o miúdo não é vingativo, apenas se encontra em estado deprimido. São momentos de observação próprios de criança que não suporta que dona Esmeralda desabafe e depois vota em quem a abafe... Quanto à equação, se foi insuficiente a resposta. Voltarei ao assunto...

Flor de Jasmim disse...

Agradeço imenso e fico até sem jeito da oferta do meu miminho dar tema para mais uma redacção do Rogérito, mas ele anda enganado, eu nada tenho que me identifique com a vizinha, nem sequer votei neles, nem pelo charme nem por gostar deles. De politica pouco comento, essa tema é com o meu marido que muito bem desempenha, foi ele que se meteu com o miúdo, que parece que não gostou, como o meu marido já comentou.

Rogério G.V. Pereira disse...

Olá,
...Era só com a Dona Esmeralda... Entre as azedas da minha infância e o Jasmim, tenho o coração dividido...
Fica a conclusão: Nem sempre aquilo que por vezes se parece é aquilo que acontece.

Beijo

AC disse...

Vi um comentário seu no Rosa dos Ventos (a propósito da Sophia) que me deixou encantado. Tinha que vir espreitar.
Os meus parabéns pela sua postura!

Abraço