24 março, 2011

A Dª Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar (2)

As vizinhas do prédio do Rogérito comentam o futuro,
uma delas pensa que este vai ser menos duro...

Vizinha do 4º andar – Ora não esteja a brincar. Acha-me com energia para me pôr a cavar?
Dª Esmeralda – Então qual a mudança? Em que é que tem esperança? Aquela senhora feia, lá na assembleia, disse não ter qualquer ideia e as pessoas são o que importa… Pensa que vamos sair da cepa torta? Nós que sofremos tudo e que estamos a ver os ordenados só pelo canudo? O meu homem, coitado, anda tão desesperado...
Vizinha do 4º andar – Vamos mudar, vamos! Vai ver… e o Passos Coelho tem tão bom parecer. Tão elegante, educado e bem-apessoado. Aquela lá da Alemanha que se ponha em cuidado. E também lá nas europas, esses lorpas… Não sabe a Dª Esmeralda, que o homem quer é desenvolvimento, neste momento?… Fique sabendo. Ele quer que se fale verdade, pôr o país a produzir… pois só assim se pode da crise sair. Vai ver que vai impor sacrifícios a quem tem forte a abastança… e, com o Sócrates, só andou a encher a pança!
Dª Esmeralda – Tem essa esperança? O homem é assim tão teso, tão altruísta?
Rogérito (gritando do 3º andar) – É! É! Passou a ser Comunista!
Som da televisão (saindo do rés-do-chão) - "A agência Moody's alertou hoje que uma "importante razão" para Portugal manter ..."
Era sofrivel viver em democracia. Mas isso acabou, e ainda agora havia ...