06 fevereiro, 2012

Logo, ao jantar...

Logo, ao jantar,
haverá o que sempre houve,
à volta da mesa:
a alegria costumada
rirás
rirei
rirão
Haverá velas num bolo,
troca de olhares
e flashes 
Cantaremos
(o miúdo vai querer apagar
as velas, e cantar também)
Depois,
depois acho que te direi
Ah, quanto te quero bem...

24 comentários:

acácia rubra disse...

Rogério

Emocionei-me com esta sua declaração.

Parabéns à sua Teresa e que vivam o momento numa "troca de olhares". Depois diga-lhe o que achar por bem.
Ela vai, por certo, retribuir-lhe dizendo também " Ah, quanto te quero bem..."

Fico feliz por sentir a vossa felicidade.

Beijo para ambos

Laura

São disse...

A Teresa, que nem virtualmente conheço ,deixo o meu abraço de parabéns com votos de futuro feliz.

A si, que me emocionou com o texto, ofereço a minha admiração.

A vós, desejo que continuem querendo-se muito bem.

folha seca disse...

Caro Rogério
Bonito o gesto, lindo o poema.
Como amar e assim o declarar da forma com o faz é bom para o seu eu, o seu contrário e sobretudo para a sua alma.
Mas para nós que o "seguimos" também.
Parabéns à sua Teresa.
Para si vai aquele abraço.

PS: Para não estragar
a necessária boa disposição
aconselho a que não me visite.
Pois escrevi uma coisa
de que não vai gostar não!

Margarida Costa disse...

Ohhh.... que homenagem linda! Espero que continuem se querendo sempre, porque o amor, seja ele de que forma for, é sempre amor, é sempre belo!

Gisa disse...

Linda homenagem. Parabéns a Teresa e a ti, por esta vida tão plena.
Um grande beijo nos dois.

Anónimo disse...

Parabéns para a Teresa (e para todos...)
Jaime

Arroba das Palavras disse...

A simplicidade dos afectos! E não, não é uma estranha forma de dizer que se quer bem, é sim a única e mais bela forma do sentir algo especial por alguém! Parabéns!

intimidades disse...

nao ha melhor querer

Bjinhos
Paula

BRANCAMAR disse...

Rogério,

Tão lindo o poema e a imagem da Teresa também, uma imagem de serenidade e paz, nascida concerteza de um saber acrescido por tantas experiências vividas, parecendo olhar o horizonte do vosso amor, que espero se prolongue por todos os dias da vossa vida.

Parabéns à Teresa, porque como dizia uma vez a uma amiga no seu aniversário, para além da festa deste dia, sente-se que ela mereceu a vida que viveu e assim lhe dou os parabéns por toda uma vida vivida e por tudo que construiu.

Tudo de bom para ela e para todos vós.

Beijos
Branca

Turista disse...

Amigo Rogério, muitos parabéns para a sua esposa. :)

Mar Arável disse...

para os dois

o meu abraço

OceanoAzul.Sonhos disse...

Rogério, linda e singela forma de dizer amor... muitos parabéns à Teresa e a si, por ser uma alma generosa e por reunir o que de melhor existe - a Familia.

Um abraço
cvb

Ana Tapadas disse...

A Teresa é uma mulher amada que habita a tua bela linguagem poética...lindo.

bj

Vítor Fernandes disse...

Olá Rogério,

Dá por mim um abraço à aniversariante. Muitos parabéns.
Outro para ti.

Lídia Borges disse...

A vida tem coisas tão belas!

PARABÉNS!

Beijinhos

Graça Sampaio disse...

Muito bonitas estas palavras. Como é bonito o sentimento que as juntou.

Parabéns para a sua querida Teresa pelo aniversário e para si, Rogerito, pela sua maneira de dizer as coisas.

Beijinhos para ambos.

Hugo de Macedo disse...

Fabuloso, Rogério! Forte abraço!

Carlota Pires Dacosta disse...

Parabéns!!
Beijo

Janita disse...

Meu Deus Rogério, já passou um ano?

Lembro-me como se fosse ontem do aniversário da Teresa do ano passado - ofereceu-lhe um poema lindo do Vinicius de Moraes- e este ano venho atrasada!
Perdão!

Beijinhos de parabéns e votos de muita e eterna Felicidade para ambos.

Janita

jrd disse...

Sei que foi assim. Que bom!

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Esta estabilidade emocional é a âncora, o aconchego e a força para supurtar as vicissitudes da vida.
Parabéns por esse lindo amor, parabéns à mulher amada.

beijinhos aos dois

manuela baptista disse...

para a sua Teresa, que nasceu no mesmo dia que eu

e para si um grande abraço!

manuela

MARILENE disse...

Como nos faz bem ler declarações de afeto como a que postou! Pessoas especiais em nossas vidas o merecem e delas necessitam. Que esse riso esteja sempre entre vocês e que ela tenha, constantemente, motivos para lhe oferecer sorrisos. Abraços!

Sandra Subtil disse...

Que ternura de poema. Que delícia de presente.
Muitos parabéns à Teresa e ao Rogério por preservar este amor e enaltecer a família.
Beijinho