18 outubro, 2018

Bolsonaro, Presidente? Será, certamente!


Quando há dez dias atrás a RTP entrou na campanha a favor de Bolsonaro, o filho do candidato, ao ser entrevistado, foi claro: "meu pai será o primeiro Presidente brasileiro a ser eleito pela internet". Ele sabia o que o jornal "A Folha de São Paulo" hoje veio confirmar: a toda a hora centenas de milhões de mensagens anti-PT estão chegando, via whatsapp, ao eleitorado.

De nada adianta ter o legado de 13 anos do PT melhorado a situação do povo brasileiro e dado ao Brasil, como nação, outro crédito. Em 2016, a BBC Brasil procurou especialistas e levantou 6 indicadores internacionais para entender o legado dos governos do PT, até ao processo de impeachment, que afastou Dilma. No que foi apurado, o Brasil melhorou em 4 e não regrediu em 2... mas que adianta?

Diz-se que a mentira tem a perna curta, mas com Bolsonaro ela usa andarilho, a passada é larga e ninguém a agarra.

9 comentários:

Maria Eu disse...

Infelizmente, teremos Bolsonaro no Brasil. O que é, ainda, mais chocante, é o facto de as intenções de voto neste populista nazi subirem com a curva ascendente das habilitações literárias!
Pobre Brasil...

Beijinhos, Rogério

Rogerio G. V. Pereira disse...

Estava procurando um texto conhecido
para lhe responder ao comentário

Encontrei isto

«Será que hoje você é
O homem que sempre quis ser?
E o que fez pra melhorar?
O segredo é sua revolta

Não adianta mais se enganar
Uma vida inteira
Jogada pra escanteio

Será que posso confiar
Quando explodir e fechar o tempo?
Com os pés firmes no chão
Levante a guarda
E não fuja da luta

E sua honra
Onde está?
Não seja só mais um
Mais um zero à esquerda

Revolução! revolução!
(ô ô ô)
Revolução!
Estamos num beco sem saída

Pra que esperar?
Contra-atacar
Virar o jogo
Ditar as regras

Revolução! revolução!
(ô ô ô)
Revolução!
Estamos num beco sem saída

Não há outra saída
Num beco sem saída
Não há outra saída»

Não é samba, nem valsa
é musica, da pesada

https://www.vagalume.com.br/cpm-22/revolucao.html

Larissa Santos disse...

Pela insatisfação dos Brasileiros, estão a chegar muitos a Portugal:))

Bjos
Votos de uma óptima Sexta - Feira


Elvira Carvalho disse...

A história sempre se repete, porque o Homem é burro e não aprende com seus erros. Só assim se explica que desde Napoleão Bonaparte a Alberto Fujimore, tenha havido um tão grande número de ditadores que chegaram ao poder por eleição democrática.
Um abraço e bom fim-de-semana

Maria João Brito de Sousa disse...

Raramente cito gratificações pessoais e tenho muita pena que esta tenha sido conseguida graças à bala, ao boi e à bíblia, os grandes "motores" que impulsionam a bestialialização que Bolsonaro encabeça. No entanto, terei de admitir que foi graças a tudo isso que eu, em poucos dias, aprendi mais do que em todo o resto da minha vida sobre as forças e fraquezas do povo brasileiro.

Talvez sim. Talvez a barbárie retome as rédeas do poder, no Brasil, mas ainda temos uma semana pela frente, muitos indecisos e muitos outros que, a qualquer momento, podem acordar para a realidade. Recuso-me a fazer o luto antes do óbito.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Maria João,

Repito parte de um comentário,

«Revolução! revolução!
(ô ô ô)
Revolução!
Estamos num beco sem saída

Não há outra saída
Num beco sem saída
Não há outra saída»

Não é samba, nem valsa
é musica, da pesada

Rogerio G. V. Pereira disse...

Elvira, bem lembrado

E com recurso ao alienado
não sei se hoje em dia
podemos falar em Democracia
Era bom, enquanto havia

Rogerio G. V. Pereira disse...

Larissa,

Na sequencia do 25 de Abril
muitos portugueses "cavaram" p´ro Brasil

Maria João Brito de Sousa disse...

Eu sei que há uma única saída, num beco sem saída, mas o medo pode levar a que essa saída nem sequer seja visível para muitos...


No entanto, tens toda a razão, Rogério. Talvez não seja a primeira vez que se enfrentam balas, bois e bíblias, tudo em simultâneo...