08 janeiro, 2010

SOL - “Governo faz ajuste directo à Microsoft” (pág. 14)

À boa maneira PiG, a imprensa golpista tem atacado o Magalhães pelo favorecimento ao fabricante do hardware e, daí, a pôr-se em cheque o Sócrates. Hoje o SOL denuncia o favorecimento na aquisição de software a uma multinacional e, mais uma vez, o Sócrates (governo) fica em “maus lençóis”. Contudo, neste artigo, o SOL dá ao governo (Sócrates) algumas desculpas (lá para o seu cartório) ao citar sistematicamente a Fundação para as Comunicações Móveis com algum distanciamento (embora, em caixa destacada, coloque farpas num assessor desta associação). No texto, aquela Associação afirma que não houve concurso público porque são “os operadores de comunicação que adquirem o software” e que “os equipamentos disponíveis têm, também a opção de software livre". Pessoalmente, tenho prova de que terá havido o favorecimento das multinacionais, por isso peço à equipa de jornalistas que se assumam. Defrontem a verdade, confrontem o Sócrates com o verdadeiro caso digno de ser seguido como “case study”. O Magalhães até suporta o uso de software livre…

Seria interessante que a imprensa semanal desenvolvesse este tema. O PiG deixaria?