26 fevereiro, 2014

Paco de Lucia, in memorian (1947-2014)




Entre duas águas, ficam sons e mágoas

6 comentários:

Observador disse...

Vamos empobrecendo.

Que R.I.P.

xilre disse...

Encheu de vida os sons que saiam da guitarra. O coração das cordas bate ainda por ele.

Fê blue bird disse...

Só agora soube e fiquei triste.
A som que nos deixou é imortal.
beijinho

Majo disse...

~
~ Lindíssimo o Concerto de Aranjuez, acompanhado da sua guitarra de acordes sentidos e magníficos.
~ Lamento muito. ~
~ ~ ~

Mar Arável disse...

Memórias para recordar

jrd disse...

Um coração que deixou de tocar.