24 junho, 2014

Descansem, está tudo bem arrumado... é que já nem me mexer podia!

O que se vê por fora mete-se pelos olhos dentro. O que está dentro nem tanto, e só damos conta da desarrumação quando a coisa emperra, a informação não circula, temos dificuldade em navegar e percebemos que existe quem desista  de chegar até nós. Até que se deu um apagão e os posts dos amigos deixaram de aparecer. Teve de ser. Teve de ser este meter ordem no computador, guardar selos e prémios, apagar videos... 

A página ficou limitada ao necessário para o trabalho diário e ao constante alerta sobre uma investigação que, de alguma forma, explica esta corrida para um abismo que muitos teimam em para ele correr, sem o ver.