24 novembro, 2018

Sobre como (realmente) vai o Mundo, ler tudo no "LADO OCULTO" - 12


O NAZI-FASCISMO ANDA AÍ

O nazi-fascismo anda aí, mais activo, organizado, transfronteiriço e ambicioso do que nunca depois de derrotado na Segunda Guerra Mundial.
Desconfia? Não acredita? Mas se ler a edição Nº12 de O Lado Oculto, já online, provavelmente ficará com outra ideia, e talvez mais desperto para o que fervilha.

A Ucrânia resultante do golpe de Estado promovido pelos Estados Unidos, com apoio da União Europeia, é hoje a meca dos fascismos e nazismos mundiais - e de Portugal também. Ali encontram treino - com armas fornecidas pelos Estados Unidos, doutrinação e reforçam laços com correligionários de todo o mundo. O maior centro de acolhimento ucraniano é o Batalhão Azov, organização política, militar, paramilitar e dotada com um corpo de milícias urbanas que se transformou na organização mais poderosa do país, à qual o governo de Kiev obedece porque, mesmo que quisesse, não lhe resta outra alternativa para sobreviver.

Depois há todo um universo de redes globais integrando governos, a NATO, as maiores empresas transnacionais, falsas ONG's e afins, que se revê cada vez mais no fascismo. Aplicar e difundir ditatorialmente, sob disfarce democrático, a ortodoxia neoliberal é a sua função. Porém, como temos vindo a perceber, o neoliberalismo chegou a uma situação de crise institucionalizada que implica o recurso à ditadura terrorista pura e dura. Bolsonaro, Macri, Paraguai, Ucrânia, Honduras, Israel são exemplos que não enganam.

De tal modo, recorda-se , que se assiste em Israel, pela voz do seu mais alto governante, Benjamin Netanyahu, a um branqueamento do próprio Hitler. "Ele só queria expulsar os judeus", o Grande Mufti de Jerusalém é que defendeu o extermínio, alega o primeiro ministro sem se preocupar em desmentir tudo o que está provado historicamente.

Exemplos da crescente organização dos aparelhos fascistas, sem contar as situações na Europa em que já estão no governo, são dados por sucessivas notícias sobre infiltrações, sobretudo em corpos militares. É o caso da descoberta de uma conspiração na Alemanha, através de centenas de soldados que conseguiram entrar nas forças militares de elite (KSK). O complot foi detectado pela polícia criminal, mas os responsáveis não sofreram punições porque receberam um aviso de um alto oficial dos serviços secretos.

Mas há muito mais para ler nesta edição de O Lado Oculto. Sobre a corrida ao ouro de cada vez mais países para se livrarem da dependência do dólar e da economia norte-americana; o plano que os Estados Unidos entregaram à família real saudita para que esta possa sair por cima no casi do assassínio de Jamal Khashoggi: que seja um inocente a pagar em vez do príncipe herdeiro; ainda as sequelas do fascismo militar aplicado pela NATO na Líbia; e também o jogo sujo, ofensivo do próprio funcionamento do mercado, usado pelos Estados Unidos e seus satélites para que o gasoduto NordStream 2, nascido da cooperação entre a Alemanha e a Rússia, não transporte gás natural para a Europa de maneira muito mais estável e a mais baixos preços.

A propósito da atitude de Bolsonaro ao provocar a saída dos médicos cubanos que cuidavam do povo brasileiro não perca uma reflexão oportuna sobre revolução tecnológica e a tecnologia da revolução. Não deixe também conhecer como se desfaz o falso mito segundo o qual a indústria têxtil portuguesa foi vítima dos baixos salários praticados no Oriente. Verá que não foi: tratou-se de falta de visão da generalidade dos empresários portugueses, que perderam o comboio da modernização da produção, das novas tecnologias, dos têxteis inteligentes.

5 comentários:

Elvira Carvalho disse...

O mundo numa involução que dá medo. Pergunto-me em que mundo irão viver nossos netos.
Abraço e bom domingo.

Maria João Brito de Sousa disse...

Lerei o Lado Oculto ao longo do dia, devagar por imposição destes olhos cada vez mais disfuncionantes.

Abraço, Rogério.

Gil António disse...

Bom dia:- Será que o Neo-Fascismo alguma vez saiu da cabeça de certos governantes que dizem ser livres e democráticos?
.
* Porque partes em desatino ( Poetizando e Encantando ) *
.
Votos de um Domingo Feliz.

O Puma disse...

Não basta ter razão
Abraço

Ana Tapadas disse...

Não podemos ignorar!

Beijo